Claudemir PereiraDestaqueJornalismo

VÍDEO NOTA. Acredite: se o santa-mariense não mudar comportamento, bandeira preta é inevitável

Não são apenas os números, cada vez piores, mas o descuido da população

Os dados oficiais do novo coronavírus, cada vez piores (e olha que há quem diga haver subestimação dos números), são um bom indicador. Mais que isso, porém, o que conta é o comportamento da população de Santa Maria, cada vez mais negligente com os cuidados a ser tomados para enfrentar a Covid-19.

Essa é, na visão do editor, a razão principal para a bandeira vermelha ostentada hoje. Mas pode, e vai (se nada mudar) piorar, evoluindo para o estandarte preto, em que as restrições sanitárias serão ainda maiores. Confira, abaixo, o comentário em vídeo.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Então vamos para a bandeira preta. Porém existem detalhes. Primeiro é que não é só o santa-mariense que tem que deveria mudar o comportamento, é uma região. Segundo, vírus já anda com força pelo interior e por lá os cuidados são menores porque as pessoa acreditam que o vírus é ‘coisa de aglomerações’. Terceiro, cidade, como todo verão, está com população reduzida. É nítida a diminuição de movimento. E se foram para outro lugar, outro lugar terá problemas.

  2. Boa, Claudemir. Aqui em casa, meu filho e eu estamos como se fosse prisão domiciliar. Saídas para mercado e farmácia. E deu. O brabo é o que se vê, se ouve e se lê. Não vai estourar, já estourou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo