DestaqueSanta Maria

CIDADE. Durante a semana, Fiscalização realizou mais de 160 vistorias em prevenção à covid-19

Força-tarefa emitiu nove autos de infração e quatro notificações

Por Diniana Rubin / Prefeitura de Santa Maria

Durante a semana, o Centro Integrado de Segurança Pública (Ciosp) recebeu 155 denúncias de casos de aglomeração de pessoas e 239 denúncias de outros tipos. Foto Foto João Alves / Prefeitura

Para evitar a proliferação da covid-19 entre a população, a Prefeitura de Santa Maria, por meio da Fiscalização Municipal Integrada, atua diariamente fazendo o trabalho de controle e orientação junto a pessoas físicas e jurídicas. De 8 a 14 de janeiro, os agentes públicos realizaram 167 vistorias para se certificar de que as medidas sanitárias e de distanciamento social estão sendo cumpridas.

A força-tarefa emitiu quatro notificações e nove autos de infração. Os autos de infração foram em relação às seguintes situações: dois bares estavam sem distanciamento entre as mesas e com número de pessoas que excedeu o permitido; um estabelecimento de comércio em geral foi notificado porque clientes não usavam máscara e não faziam distanciamento; outro estabelecimento de comércio em geral realizou uma festa clandestina com cerca de 400 pessoas; um bar foi flagrado com pessoas dançando entre as mesas; e quatro estabelecimentos de lanches rápido foram autuados por estar em funcionamento fora do horário previsto em decreto. 

Durante a semana, o Centro Integrado de Segurança Pública (Ciosp) recebeu 155 denúncias de casos de aglomeração de pessoas e 239 denúncias de outros tipos. Diante desses números, a controladora-geral do Município e membro do Comitê Estratégico de Acompanhamento da Covid-19, Carolina Lisowski, destaca que, neste momento, a fiscalização tem se deparado, mais constantemente, com ações de violação às regras de segurança, especialmente entre o público jovem e em atividades clandestinas de entretenimento. 

“Com isso, equipes da força-tarefa de fiscalização trabalham, principalmente desde o mês de dezembro, em ações específicas, prévias e concomitantes, para barrar a realização de atividades irregulares dessa natureza. Destacamos, mais uma vez, a relevância de que informações e denúncias sobre a realização de atividades irregulares sejam remetidas ao conhecimento do Poder Público pelos canais disponíveis, para que tenhamos ações efetivas e pontuais de fiscalização. Além disso, ratificamos a importância de um dever geral de cooperação social, que implica em ações de toda a população colaborando para a prevenção do contágio do vírus”, alerta Carolina.

Denúncias de descumprimento das medidas podem ser feitas à Guarda Municipal pelos números 153, (55) 99217-8122, 99167-4728 e 99167-8452 (os celulares, somente via WhatsApp). A Superintendência da Guarda Municipal enfatiza que esses números são exclusivos para o registro de denúncias.

Ações da Fiscalização Municipal Integrada
Entre 8 e 14 de janeiro
 
• Denúncias recebidas – 239
• Denúncias de casos de aglomeração de pessoas recebidas – 155
• Vistorias realizadas – 167
• Notificações emitidas – 4
• Autos de infração – 9
• Fechamentos realizados – 0

Alvos das vistorias
• Armazém – 5
• Bar – 26
• Cancha de bocha – 2
• Comércio em geral – 35
• Conveniência – 1
• Distribuidoras de bebidas – 8
• Estabelecimento de ensino – 1
• Farmácia – 3
• Lancheria – 8
• Lanches rápido – 29
• Minimercado – 1
• Outros – 24
• Padaria – 5
• Posto de combustível – 3
• Restaurante – 5
• Supermercado – 11 

Notificações emitidas
• Bar – 3 (sem distanciamento entre as mesas e número de pessoas excedeu o permitido)
• Bar – 1 (pessoas dançando entre as mesas)
• Lanches rápido – 1 (descumprir o horário de funcionamento)
• Lanches rápido – 3 (funcionando fora do horário)
• Comércio em geral – 1 (verificação de denúncias de surto de Covid-19)
• Comércio em geral – 1 (clientes sem máscara e sem distanciamento)
• Comércio em geral – 1 (festa clandestina com cerca de 400 pessoas) 
• Lanches rápido – 1 (em funcionamento fora do horário permitido)
• Outros – 1 (festa clandestina)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo