Câmara de VereadoresDestaque

CIDADE. Vereador Adelar Vargas quer uma estátua para Paulinho Bilheteiro no Calçadão de Santa Maria

Paulo Rodrigues era conhecido por vender bilhetes de loteria na área central

Por Maiquel Rosauro

Paulinho Bilheteiro morreu aos 74 anos, em março de 2013. Proposta visa a instalar uma estátua sua no Calçadão (Foto Reprodução)

O vereador Adelar Vargas – Bolinha (MDB) protocolou nesta terça-feira (2) o primeiro projeto sugestão da atual Legislatura. A inciativa visa autorizar o Executivo a colocar uma estátua, busto ou herma (busto esculpido em que o peito, as costas e os ombros são cortados por planos verticais) em praça pública central, em Santa Maria, em homenagem a Paulo Neron Rodrigues – Paulinho Bilheteiro.

“Protocolamos a propositura com objetivo de homenagear Paulinho Bilheteiro, uma figura ímpar, personagem popular em Santa Maria. E nada mais justo que nossa cidade preste essa homenagem”, postou Bolinha no Facebook.

O projeto indica que a estátua deverá ser instalada no Calçadão Salvador Isaia. As despesas ficariam por conta da Prefeitura ou da iniciativa privada.

Paulinho morreu em 2013, aos 74 anos. Ele era conhecido por vender bilhetes de loteria no Calçadão e ainda por sua atuação como ator na Escola de Teatro Leopoldo Froes. Ele participou de diversas peças infantis dirigidas pelo teatrólogo e memorialista Edmundo Cardoso.

Entre as peças em que esteve presente estão: O Casaco Encantado (de Lúcia Benedetti, 1959); Pluft, O Fantasminha (de Maria Clara Machado, 1960); O Cavalinho Azul (de Maria Clara Machado, 1963); Maria Minhoca (de Maria Clara Machado, 1968); A Revolta dos Brinquedos (de Pernambuco de Oliveira e Pedro Veiga, 1971 e 1972); Dona Patinha vai ser Miss (de Artur Maia, 1975 e 1976); Maroquinhas Fru-Fru (de Maria Clara Machado, 1978); Joãozinho anda pra trás (de Lúcia Benedetti, 1983).

Confira o projeto na íntegra (AQUI).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Só não sei se o Calçadão é o melhor lugar. Antigamente havia um concurso de escultura na aldeia. Depois espalhavam as estrovengas pela cidade, pura poluição visual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo