DestaqueSanta MariaVideonota

VÍDEO NOTA. Quem não “entregou” vai dançar, no 1º escalão de Pozzobom. Mas há ainda outra dúvida

Poucos nomes devem mudar, mas critérios para a decisão já são conhecidos

Em algum momento nos próximos dias, pode ser antes ou depois do carnaval (e do início do ano legislativo), o prefeito Jorge Pozzobom deverá anunciar a composição permanente do secretariado para o segundo mandato. O que inclui, inclusive, possível mudança no organograma.

De todo modo, há uma certeza sobre critérios a definir a nominata. E também uma dúvida. A primeira tem a ver com o conceito elaborado pelo prefeito reeleito e seus articuladores. O segundo é mais pragmático e inclui discussão sobre quem será aliado do novo governo, inclusive no parlamento.

Como assim? Ora, confira abaixo:

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Conversa mole de Cladistone, o indigesto. Primeiro, se o subordinado não entrega também é responsabilidade do gestor. Secretaria não é feudo. Segundo, já queimou quem sair, independente do motivo. Vai gerar questionamentos e explicações. Totalmente desnecessário. Pensar antes de se manifestar não dói.
    Finalmente, secretário de infraestrutura foi frito na gestão passada. Depois sentiu-se o aroma de óleo quente nas finanças e algum ruído em algumas outras substituições.
    Em passant, suricato não sabe o que fazer com as mãos, kkkkkkk!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo