DestaqueSanta Maria

PARTIDOS. Jader Maretoli deixa o Republicanos. Pela agremiação, concorreu à Assembleia e à Prefeitura

Antes do partido que agora é seu ex, Jader passou por PTB e Solidariedade

Em 2020, Jader Maretolli (na foto, durante a campanha) concorreu a prefeito de Santa Maria pelo Republicanos (Foto Arquivo)

Por Maiquel Rosauro

O pastor Jader Maretoli, ex-candidato a prefeito de Santa Maria, anunciou sua saída do Republicanos. O comunicado foi divulgado na tarde desta sexta-feira (19).

“Infelizmente alguma questão política de alinhamento municipal não condiz com as ideias e propostas a qual defendo dentro da política e posições nos últimos anos de Santa Maria”, afirma Jader em nota (confira mais abaixo).

O Site apurou que Jader já conversa com algumas legendas e existe a possibilidade de anunciar sua nova agremiação na próxima semana. A futura sigla será a quarta em sua trajetória política.

Em 2014, concorreu a deputado estadual pelo PTB. Em 2016, foi candidato a prefeito de Santa Maria pelo Solidariedade. Em 2018, pelo então PRB (hoje chamado Republicanos), tentou novamente uma vaga à Assembleia Legislativa. Ano passado, pleiteou o Executivo pelo Republicanos. Jamais obteve êxito nas urnas.

Além de nunca ter ocupado cargo eletivo, Jader também não deu sorte em seus apoios no segundo turno das eleições a prefeito. Em 2016, esteve ao lado de Valdeci Oliveira (PT) e, em 2020, entrou na barca de Sergio Cechin (PP). Ambos perderam para Jorge Pozzobom (PSDB).

Em 2016, Jader foi a grande surpresa das eleições. O então ilustre desconhecido, com apenas 31 anos de idade, fez 19.487 votos e ficou na quarta colocação. À época, ele surpreendeu com uma postura firme nos debates e ficou marcado pelas críticas aos políticos tradicionais.

Ano passado, ficou novamente em quarto lugar, com 12.901 votos. Porém, desta vez, errou a mão na campanha. O discurso certeiro de 2016 deu lugar a uma postura rude e, algumas vezes, ofensiva. No último discurso do primeiro turno disse que Pozzobom era mentiroso por afirmar estar entregando escrituras de regularização urbana, quando na verdade seriam termos de concessão. O tucano pediu direito de resposta e ganhou um minuto para rebater Jader.

Na semana passada, viu o seu partido ingressar na base de Pozzobom no Legislativo. Mais do que isso: o vereador e presidente municipal da legenda, Alexandre Vargas, é o novo líder do governo na Câmara. Esse parece ter sido o estopim para sua saída do Republicanos, sigla em que estava filiado desde junho de 2017 (AQUI).

Se nunca ocupou cargo eletivo, Jader teve ao menos duas experiências em cargos de confiança. Entre 2011 e 2014, por indicação do PTB, atuou como coordenador da agência local da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS/Sine), no governo de Tarso Genro (PT). Já no início da gestão de Eduardo Leite (PSDB), indicado pelo Republicanos, atuou como secretário adjunto de Esporte.

Confira a nota divulgada por Jader:

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo