DestaqueSanta Maria

OLHA A ALEMOA. E então a Frida, a um só tempo, ataca de Chico Buarque, Rei Roberto e vírus. Vírus?

O que têm a ver o bafafá da UPA, a CPI de Itaara e as visitas à Casa do Povo?

É preciso dizer, com todas as letras: nesta semana, Frida ZenKalo, definitivamente, se puxou. O que ela antecipou ao editor, e nem foi tanto assim, foi suficiente para colocar as barbas de molho. A (nem tão) moça fez uma danada confusão ou conseguiu um encadeamento extraordinário de assuntos, música e covid, tudo ao mesmo tempo.

De modo que fica apenas uma pergunta, acerca do Barraco da Alemoa desta semana: o que têm a ver, ao mesmo tempo e em ambientes parecidos (no caso, a política), o Bafafá da UPA, a CPI do alto da serra e as visitas numericamente elevadas à Câmara de Vereadores? E mais: isso tudo com Chico Buarque e Roberto Carlos e até Jesus Cristo. Nooossaaaaaa!!!

Tem algum nexo isso tudo? Pra saber, e até não entender, melhor mesmo é esperar a coluna. Até lá, pouco depois da meia noite, melhor é o de sempre: orar. Amém!

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo