DestaqueEstado

ASSEMBLEIA. Petistas propõem e comissão realiza mais uma audiência pública sobre PEC do plebiscito

Encontro virtual para debater PEC 280 acontece no fim da tarde desta quarta

Da Assessoria de Imprensa do Deputado Valdeci Oliveira

Os efeitos da PEC 280, que prevê a retirada do plebiscito para consultar a população gaúcha sobre a venda de importantes empresas públicas, como Corsan, Banrisul e Procergs, serão debatidos na próxima quarta-feira, 12, às 18h30, durante audiência pública virtual organizada pela Comissão de Saúde e de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa (CSMA). 

A transmissão do debate, que foi proposto pelos deputados petistas  Valdeci Oliveira,  Edegar Pretto, Pepe Vargas e Zé Nunes, poderá ser acompanhada ao vivo pelo Facebook da bancada do PT (www.facebook.com/ptsul) ou pelo canal da TV Assembleia no youtube (www.youtube.com/tvalrs).

“Se trata de uma discussão de suma importância, pois os reflexos, tanto para a a população como para os municípios gaúchos com a privatização da água, como quer o governador, serão muito grandes, danosos”, explica Valdeci. Para o parlamentar, não ouvir a sociedade por meio de um plebiscito é rasgar a Constituição do estado. “Esse direito está lá há 20 anos e foi uma conquista do povo que agora querem ignorar. Fora que uma das promessas feita à exaustão pelo então candidato Eduardo Leite durante a campanha de 2018 foi a de justamente não vender a Corsan nem o Banrisul. Como acreditar no governo depois disso tudo?”, indaga.

Valdeci lembra também que a PEC 280 estava parada desde 2019 e somente agora, com a pandemia ainda em curso e sem controle, é que resolveram levar adiante a proposta. “Tudo indica que estão se aproveitando do caos sanitário para fazer mais maldades contra o povo que, como sempre, é quem irá pagar a conta”, critica o deputado.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo