DestaqueSanta Maria

MEMÓRIA. Santa Maria perde José Luiz Coden, ex-edil, ex-presidente do Riograndense e Engenheiro Civil

Ele estava internado desde o dia 9 de março. Morte foi na manhã desta quarta

Por Claudemir Pereira / Editor do Site

COM ACRÉSCIMO DE INFORMAÇÃO ÀS 17H30

José Luiz Coden tinha uma “palavra de ordem”, sempre que cumprimentado: “sempre bem”. O editor nunca perguntou, mas imagina que esse bom humor, afora fazer parte do caráter do engenheiro civil que completaria 64 anos em 16 de julho, foi amplificado após ter passado por sérias complicações cardíacas.

Não importa a razão. O fato é que era um homem “sempre bem”. E que, depois de quase dois meses internado (entrou no Hospital de Caridade em 9 de março), não resistiu a complicações posteriores à covid e morreu na manhã desta quarta.

Coden teve várias funções relevantes na comunidade, inclusive um mandato, nos anos 90, na Câmara de Vereadores. Foi também secretário de Viação e Transportes no primeiro governo de Valdeci Oliveira e  era ainda um desportista: presidiu em quatro ocasiões o Riograndense.

O velório está acontecendo no Memorial São Martinho, na Rua Prefeito Evandro Behr nº1611 e o sepultamento ocorrerá amanhã às 10h o Cemitério Ecumênico.

José Luiz Codem deixa a esposa Nice Munhoz, os filhos Leandro, Marcus Vinicius e Marjorie, além do neto João Pedro. A propósito, abaixo você confere um texto publicado por Marjori, no inicio da tarde, no perfil de Coden no Facebook. A seguir:

Desde sempre eu tive os melhores exemplos: o casal que nunca brigou, a família de propaganda de margarina, a lição sem palmada, a explicação dos “nãos”, entre outros tantos.

Hoje, com muita dor no coração eu me despeço do homem mais íntegro e com o melhor coração que conheci.

Hoje uma parte de mim foi para junto de Deus, meu pai evoluiu para anjo.

Como não lembrar das frases que ele sempre dizia?

“Tenho muito orgulho da família que nasci e da família que constituí”

“Sempre bem! E cada vez melhor!”

“Antes ela era a filha do Coden, agora eu sou o pai da Marjorie”

Paizão, dessa vez tu se enganou… eu sempre serei, com muito orgulho, a FILHA DO CODEN!

Sei que Deus precisa muito de ti pertinho dele e isso fez que ele te promovesse de pai presente para pai onipresente.

Agora ficamos aqui, cuidando uns dos outros enquanto tu nos cuida em tempo integral. Pode ter certeza que a princesa/mosquitinho do pai é a filha mais orgulhosa desse mundo e vai fazer sempre o melhor pra honrar teu nome.

Agradeço a Deus pela generosidade em permitir ter teu sangue correndo em minhas veias e por, quando precisou de sangue, permitir que eu doasse sangue em teu nome (foi tu que me transmitiu a paixão por ser doadora)

Obrigada por ter me dado a oportunidade de ser a filha mais feliz e realizada desse mundo!

Muito obrigada por tudo!

Tua história não acaba aqui.

Para sempre, Sempre Bem!”

(AQUI, no original)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo