DestaqueSanta Maria

CÂMARA. Aprovada a Lei da Liberdade Econômica, que promete acelerar abertura de empresas em SM

Empreendimentos de baixo risco não irão precisar de alvará para a abertura

Projeto do Executivo, aprovado nesta terça será encaminhado para sanção do prefeito Jorge Pozzobom (Foto Divulgação/Câmara)

Por Maiquel Rosauro

A Lei da Liberdade Econômica está aprovada em Santa Maria. A iniciativa do Poder Executivo, que visa desburocratizar e acelerar a abertura de novos negócios, recebeu 15 votos favoráveis, na sessão desta terça-feira (8), e quatro contrários (dos petistas Helen Cabral, Ricardo Blattes e Marina Callegaro, e do comunista Werner Rempel).

“A legislação permite a abertura de empreendimentos de baixo risco sem a necessidade de alvarás, presume a boa-fé de empresários, define prazo limite para atos públicos necessários para a abertura de empreendimentos e assegura a liberdade de empreendedores constituírem seus negócios em setores em que as normas infralegais estejam desatualizadas”, resumiu o vereador Pablo Pacheco (PP) em suas redes sociais.

Embora o projeto tenha partido do Executivo, os vereadores Manoel Badke – Maneco (DEM) e Tubias Calil (MDB) estão entre os protagonistas de sua tramitação. O democrata, há anos, defendia a aprovação da proposta e foi o primeiro a apresentar um projeto neste sentido, em 2019. Já o emedebista protocolou a iniciativa no início deste ano, mas acabou retirando o projeto em virtude da proposta da Prefeitura.

O líder do governo na Casa, Alexandre Vargas (Republicanos), afirmou que ainda será publicado um decreto regulamentando a nova lei.

“Por exemplo, no MEI (Microempreendedor Individual) já sai na certidão um termo de responsabilidade do empreendedor, o que agiliza mais (a abertura do negócio) e o empreendedor se responsabiliza pelo seu empreendimento”, disse Vargas.

O projeto, agora, será enviado para sanção do prefeito Jorge Pozzobom (PSDB). Nas galerias da Casa, o secretário de Licenciamento e Desburocratização, Ewerton Falk, acompanhou a votação.

Confira a proposta na íntegra (AQUI).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo