DestaqueSanta Maria

CIDADE. Duas blitze em locais diferentes abordam 137 motociclistas de SM no programa “Vida no Trânsito”

Se algum condutor foi autuado, não há notícia. Mas orientação foi para todos

Ações ocorreram na noite desta quarta, na RSC-287, próximo à rotula da UFSM, e na Avenida Medianeira (foto João Alves/Prefeitura)

Por Diniana Rubin / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

A Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, realizou mais duas blitze educativas do Programa Vida no Trânsito nesta quarta-feira (9). As blitze ocorreram das 19h30min até as 22h30min, tendo sido abordados 137 condutores de motocicletas, sendo 55 na RSC-287, próximo à rotula da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e 82 na Avenida Medianeira, próximo à Basílica da Medianeira. 

As ações fazem parte do cronograma da Semana Municipal de Prevenção a Acidentes com Motociclistas, que começou no dia 1º de junho. Nos dois locais das ações na noite desta quarta, houve a distribuição de panfletos e uma conversa orientativa com os motociclistas sobre a necessidade e o cuidado que todos devem ter com a vida no trânsito. As blitze contaram com a participação da coordenadora do Programa Vida no Trânsito, da Secretaria de Mobilidade Urbana, Lucimar Garcia de Sá, da Coordenadoria Municipal de Trânsito Urbano (CMTU), da Brigada Militar e do Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual.

Pela necessidade de alertar a comunidade santa-mariense sobre os índices de acidentes envolvendo condutores de motocicletas, o secretário de Mobilidade Urbana, Orion Ponsi, lembra que a programação da Semana Municipal de Prevenção a Acidentes com Motociclistas se estenderá por todo este mês de junho. 

“É uma maneira de poder divulgar a importância da campanha e, assim, teremos a oportunidade de conversar e orientar um número ainda maior de motociclistas”, diz Ponsi.

Ações já realizadas

As primeiras blitze da campanha ocorreram no dia 1º de junho, tendo sido abordados 44 condutores de motocicletas, sendo 23 na Avenida Borges de Medeiros, no Bairro Nossa Senhora de Fátima, e outros 21 que trafegavam na Rua Venâncio Aires, próximo à Avenida Rio Branco, no Bairro Centro. Já no dia 2, foram abordados 93 condutores de motocicletas, sendo 48 na Rua Silva Jardim, entre a Avenida Rio Branco e a Rua André Marques, no Centro, e outros 45 motociclistas que passavam pela Avenida Hélvio Basso, em frente à Secretaria de Mobilidade Urbana, no Bairro Uglione.

Conscientização no trânsito

Na manhã do dia 31 de maio, foram lançadas a Campanha Municipal de Segurança no Trânsito “Volte pra Casa”, que será realizada durante os quatro anos desta Administração Municipal, e a Semana Municipal de Prevenção a Acidentes com Motociclistas “Pare, pense! Respeite a vida!”, realizada neste mês de junho. O lançamento ocorreu no Itaimbé Palace Hotel, em ato que contou com todos os protocolos de segurança sanitária de prevenção ao coronavírus. Pela importância e a necessidade de orientar e dialogar com a comunidade santa-mariense sobre esse assunto, as campanhas de conscientização sobre segurança no trânsito devem ser permanentes para chamar a atenção da sociedade sobre os índices de acidentes que resultam em vítimas feridas ou mortas nas vias urbanas. 

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo