DestaqueEconomia

CONSUMO. Startup incubada na UFSM lança uma plataforma que conecta consumidores e produtores

Instrumento pela internet será lançado nesta sexta-feira pela Horty.online

A partir desta sexta, qualquer santa-mariense poderá receber hortifrutis, entre outros produtos, em casa, direto das mãos do produtor

Por Guilherme Bicca / Assessoria de Imprensa

A preocupação com os alimentos vem crescendo ao longo dos anos, sobretudo nos grandes centros urbanos, onde a vida é corrida e dá mais espaço para os processados e ultraprocessados. E a cada década, se aprofunda a ótica que o consumidor final tem sobre aquilo que se escolhe colocar na mesa todos os dias.

A partir do início dos anos 2000, produtos industrializados, processados ou beneficiados deixaram de ser sinônimo de qualidade idônea. Muito se deve aos diversos escândalos ocorridos na indústria alimentícia. Hoje o consumidor tem um olhar mais crítico e até cético sobre a procedência não só desses alimentos, mas de tudo que se consome: como são produzidos os alimentos in natura que eu compro, em especial as frutas, e as hortaliças? Quais as quantidades aceitáveis de agrotóxicos? Qual o sistema de criação da galinha que produz o ovo que eu compro? É possível uma produção mais limpa de alimentos?

Perguntas como essas despertaram o interesse do consumidor por conexão com quem produz. Um dos efeitos disso foi a valorização das feiras. Comprar direto do produtor é uma forma de rastreabilidade informal dos alimentos que consumimos. Mas nem todo mundo tem tempo e disponibilidade de ir à feira. E, apesar de se perguntar todas essas coisas, o consumidor se vê obrigado a comprar o que oferece mais fácil acesso.

Para facilitar essa conexão buscada pelo consumidor, a Horty, startup incubada na Agittec, incubadora de inovação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), criou uma plataforma online capaz de aproximar consumidores de centros urbanos a produtores rurais, possibilitando que o morador da cidade possa ter acesso a produtos frescos, de procedência comprovada, com uso responsável de pesticidas e agrotóxicos, oriundos da agricultura familiar local.

Como funciona?

Basta acessar horty.online, se cadastrar e escolher um produtor. Cada produtor tem definidos os dias e horários em que vem à cidade fazer as entregas. O cliente seleciona o que deseja, efetua a compra com cartão de crédito e, na data estabelecida, o produtor entrega no endereço escolhido, que pode ser a casa, o trabalho, etc. Hoje, a plataforma é disponível apenas para moradores de Santa Maria. Mas o plano é expandir e logo chegar a outros municípios gaúchos.

Já posso comprar?

A plataforma será lançada oficialmente nesta sexta-feira (18), Dia Mundial da Gastronomia Sustentável. Ela ainda opera em estágio beta mas, após uma série de testes, está apta a receber pedidos do público.

Por que a Horty é sustentável?

Você já parou pra pensar quanto combustível fóssil se queima para transportar alimentos de grandes centros até a sua cidade? Que muitas vezes os alimentos saem da sua cidade, vão até centros de distribuição, como a Ceasa, e depois retornam? Já pensou na quantidade de agrotóxicos utilizados nesses alimentos? Em quanta embalagem plástica se utiliza entre todas as etapas desse processo até chegar nas suas mãos? Em quantos atravessadores entram na cadeia logística? Ao possibilitar que os produtores evitem tudo isso, valorizando o produto e o agricultor, você e a Horty estão trabalhando juntos por um mundo mais sustentável.

Que produtos podem ser encontrados na Horty?

Hortaliças, frutas, legumes, grãos, panificados, sucos, vinhos, mel e até embutidos podem ser adquiridos através da Horty pelo celular, tablet ou computador, pagos com cartão de crédito e recebidos na porta de casa, direto das mãos do produtor. E a garantia é de produtos frescos, uma vez que os mesmos são colhidos no dia anterior à entrega.

Quem são os produtores da Horty?

Até o momento são oito produtores cadastrados na Horty. Grande parte deles fazem parte da Polifeira da UFSM: Agroindústria Canaã; Quinta do Gama; Conti Comigo Coloniais; Grupo Nova Esperança; Dona Maria Zorzella; Alex Pinto; Hidroponia Água Boa; e Sítio Juname. Todos atendem a processos estabelecidos pela Vigilância Sanitária, Ministério da Agricultura e outros órgãos reguladores.

Sou produtor e quero vender na Horty

O site da Horty possui uma área destinada aos produtores que desejam ingressar no projeto. Basta acessar horty.online, clicar em “quero vender na Horty” e preencher o formulário proposto. Representantes da empresa entrarão em contato. Além da venda online dos produtos, a plataforma oferece um painel de controle, onde o produtor gerencia os pedidos, a entrega, o estoque e consegue fazer a gestão e análise de vendas: quais produtos tem maior demanda, os fluxos de pedidos, de acordo com o período do mês, entre outros aspectos. E é importante destacar que o produtor da Horty tem total autonomia para determinar os preços de seus produtos, além de datas e horários de entrega.

Tem mais?

Confira os endereços da Horty nas redes sociais, para fazer contato: instagram/horty.online e facebook.com/hortyonline.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo