CulturaDestaque

NA REDE. Surge “sapato velho”, canal com a ideia de propor ouvir e discutir música de modo diferente

Saiba mais sobre uma iniciativa jornalístico-cultural daqui alojada no YouTube

Da assessoria do recém-lançado canal “sapato velho” / com imagem de Reprodução

Falar de música com músicas e músicos e de bandas com bandas e bandos. Esse é o propósito do SAPATO VELHO, canal criado no Youtube pelo jornalista de Santa Maria Leonardo Catto. Com entrevistas montadas junto a crônicas, os vídeos apresentam trajetórias de artistas e análises sobre as produções.

O projeto nasceu em maio de 2021, mas era uma ideia antiga. Pelo menos há cinco anos, Catto acompanha mais de perto o cenário da música independente. Esse foi o primeiro lampejo para criar também um meio próprio de apresentar e falar sobre música.

Em 2016, quando cursava Comunicação Social – Jornalismo na UFSM, Catto começou a trabalhar nas rádios Universidade e UniFM. O contato com a música se tornou mais estreito a partir do rádio.

“No ano em que entrei na faculdade, já comecei a trabalhar na rádio universitária. Sempre gostei de música, mas ver acontecendo no rádio, muda a maneira de encarar. Curto muito projetos independentes e, depois de muito teorizar, achei que era hora de botar a mão na prática também de alguma forma”, conta.

Para além de apenas uma entrevista, a proposta do sapato velho é tentar convencer quem assiste a escutar as músicas que o vídeo apresenta. A entrevista é um apoio para uma crônica falada, que compartilha impressões e até elementos pessoais vistos e ouvidos nas canções. O formato, que pode ser chamado de vídeo-ensaio, busca chamar mais a atenção que uma simples entrevista.

“É bem saturado encontrar entrevistas no estilo mesa-redonda em que é só abrir o microfone, cortar início e fim e subir numa plataforma. Penso que qualifica a discussão trabalhar as ideias junto da entrevista, torna mais dinâmico e pode fazer com que mais pessoas queiram escutar as músicas, o que é parte do propósito da coisa toda”, argumenta Catto.

O canal conta com participações de artistas locais, como a banda Vespertinos. Há participação da região central do Rio Grande do Sul, como Marcus Manzoni (de Santiago). Porém, as fronteiras não são levadas em conta para a seleção de entrevistados. O segundo vídeo é com o baiano radicado em São Paulo Uiu Lopes. O quarto lançamento é com os mineiros da Daparte.

“Ficou lindão. Amei. Tem boas referências, e fico grato por ter apoio neste trabalho”, disse Uiu Lopes.

A beleza é um cuidado para o audiovisual. E os artistas consideram a estética na hora de um feedback.

“É uma coisa linda. Fica um resultado muito massa”, avalia Marcus Manzoni.

O sapato velho está disponível no YouTube. Para ver parte da produção, outras dicas de músicas e os lançamentos, é possível acompanhar Catto no Instagram @loenardocatto.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo