DestaqueSanta Maria

CIDADE. Comitê avalia e aprova instalação de duas novas empresas no Parque Industrial e Tecnológico

Empreendimentos (os nomes não foram revelados) devem gerar 150 empregos

Na reunião também foi comunicada a obtenção da Licença de Operação (LO) da Fepam para o Parque (foto Ariéli Ziegler/Prefeitura)

Por Rafael Favero / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

O Comitê de Acompanhamento e Avaliação do Parque Industrial e Tecnológico de Santa Maria, o antigo Distrito Industrial, esteve reunido na manhã desta quarta-feira (30), na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, no Centro Administrativo Municipal. Na ocasião, o grupo deliberou de forma favorável sobre a instalação de duas empresas no Parque. A expectativa é de que os empreendimentos gerem cerca de 150 empregos no Município após iniciarem a operação. 

Os nomes das empresas e as suas respectivas áreas de atuação serão divulgados após a realização do processo licitatório necessário para efetivar, de forma legal, a doação onerosa com encargos da área a ser ocupada pela empresa no Parque Industrial e Tecnológico. Se os encaminhamentos necessários forem concluídos com êxito pelos interessados, um Termo de Compromisso será firmado, conforme a Lei Municipal 6043/2016, regulamentada pelo Decreto Executivo 88/2017. 

Já está definido que uma das empresas terá de executar, como contrapartida ao Município, o cercamento dos limites do Parque com gradis de concreto. A outra empresa terá de modificar a iluminação da Avenida Pedro Cezar Saccol, que dá acesso à área, com lâmpadas de LED, e incluir câmeras de monitoramento nos eixos secundários, a fim de reforçar a segurança do local. 

Licenciamento

Também durante a reunião, foi comunicado que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, em parceria com outras pastas e com o Instituto de Planejamento (Iplan), com a Associação Distrito Vivo e com empresas privadas, conseguiu obter a Licença de Operação (LO) do Parque Industrial e Tecnológico junto à Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). Entre outras garantias, a LO facilita a obtenção de outras licenças individuais e autorizações por parte dos empreendedores. 

“Desde que o Parque foi municipalizado, realizamos uma série de ações para fortalecer as empresas lá instaladas. A Prefeitura articulou o melhoramento da iluminação, das condições das vias de acesso, e estamos com um trabalho de drenagem pluvial em andamento. As empresas e os trabalhadores do Parque Industrial e Tecnológico precisam de um olhar permanente de cuidado”, afirma a secretária de Desenvolvimento Econômico Turismo e Inovação, Ticiana Fontana

Além da secretária Ticiana e do secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Michel Kesseler, participaram da reunião do Comitê de Acompanhamento e Avaliação do Parque Industrial e Tecnológico de Santa Maria o representante da Secretaria de Estruturação e Regulação Urbana, Carlos Fernando Flores; da Secretaria de Meio Ambiente, Marcos Geovane Berger; da Secretaria de Finanças, Edson Luis Stanque; do Iplan, Maria Paulo Zanini; da Associação Distrito Vivo, Odilo Pedro Marion; e do Conselho Regional de Contabilidade, Adilson Catto.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Bota transparencia nisto! Talvez para esconder a mentira dos empregos! Mas que ninguém se assuste, daqui 50 anos o Tecnoparque vai ser o Vale do Silicio e o Diário Vermelho da Aldeia vai ser o New York Times! Kuakuakuakuakua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo