DestaqueEconomiaMídia

MÍDIA. RBS anuncia renovação organizacional e investimento de R$ 70 milhões até o ano de 2024

Maior grupo gaúcho também informa modificações no seu Comitê Executivo

Novo Comitê Executivo da RBS, o maior grupo de mídia do Sul do País, que assume em setembro (foto Reprodução)

Da Redação do Portal Imprensa

Líder no setor de mídia e jornalismo do Rio Grande do Sul, o Grupo RBS anunciou o início de um novo ciclo estratégico, que envolve a renovação da estrutura organizacional e investimentos de R$ 70 milhões até 2024.

Além de modernização dos parques tecnológicos de rádio e televisão, o dinheiro será aplicado no desenvolvimento de produtos e em plataformas digitais. 

Na esfera institucional, a ideia é gerar um “diálogo ainda mais próximo com os mais variados setores da sociedade gaúcha, em toda a sua pluralidade, a partir do seu jornalismo e mirando o desenvolvimento do Estado.”

A empresa afirma que, no primeiro semestre deste ano, superou em 22% sua meta de resultados e conseguiu programar a antecipação de pagamentos dos funcionários.

“Estamos concluindo um ciclo bem-sucedido em uma indústria que tem enfrentado muitos desafios, que se agravaram durante a pandemia. Superamos metas e compartilhamos os resultados disso com nossos colaboradores. Enviamos nossas equipes para cobrir localmente os Jogos Olímpicos de Tóquio. E, agora, estamos saindo na frente para realizar com agilidade algumas das principais tendências do setor para os próximos anos: digitalização, diálogo e valorização do jornalismo profissional e independente”, disse o presidente da empresa, Claudio Toigo Filho.

A nova estrutura organizacional entrará em vigor em setembro. Foi criada uma frente de Estratégia e Transformação, liderada por Marcelo Leite, atual diretor-executivo de Marketing. A ideia é “aglutinar disciplinas críticas para o desenvolvimento do negócio, como digital, tecnologia, dados, consumer insights, comunicação e gestão de pessoas”.

Marta Gleich, que hoje ocupa a diretoria de Jornalismo, assumirá a liderança da frente de Jornalismo e Esporte. Outra novidade é a frente de Entretenimento e Canais, sob a liderança de Marco Gomes, atual gerente executivo de Programação, Entretenimento e Projetos. Com ela, espera-se avançar no desenvolvimento estratégico das plataformas de TV e rádio. Carlos Fini, que é o atual diretor de Tecnologia da RBS TV, será consultor dessa frente.

Com as mudanças, Andiara Petterle, atual vice-presidente de Produto e Operações, deixará a RBS ao final de agosto para se dedicar à carreira de conselheira. 

Cezar Freitas, atual diretor de jornalismo da RBS TV, também encerrará seu ciclo na RBS. Cezar dirigiu o jornalismo de outros veículos da empresa, como Rádio Gaúcha e Canal Rural e, recentemente, liderou o planejamento e a execução de um novo modelo de operação de jornalismo no interior do Rio Grande do Sul, mais ágil, interativo e flexível. Construiu uma história de prestígio interno e externo, sendo referência no jornalismo do Estado.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Rede BullShit. Onde ‘jornalista’ quer escalar o time, fazer contratação e gerir o clube. Sem informação completa ou formação. Cria um problema adicional, conflito entre torcida e a entidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo