CulturaDestaque

CULTURA. Artes visuais e a literatura se unem na visão interpretativa da poesia de Melina Guterres

Na Cesma, a partir de segunda, a mostra com trabalhos de 20 artistas visuais

A jornalista Melina Guterres e sua poesia interpretada na mostra “Andorar…” (Foto de Dartanhan Baldez Figueiredo)

Por Rosana Zucolo e Susane Kochhrann

No próximo dia 28, o espaço expositivo da Cesma inaugura a Mostra “Andorar – A poesia de Melina Guterres”, que propõe uma visão interpretativa da poesia da autora em diferentes formatos e linguagens artísticas por 20 artistas visuais.

As obras de arte foram criadas a partir da visão de mundo da poetisa e refletem o movimento entre as artes visuais e a literatura, numa experiência estética que se assemelha à narrativa visual e verbal, imagem e palavra, além da originalidade da criação artística contemporânea.

A poesia de Melina Guterres visita questões relativas ao cenário político e social do Brasil, além de notas de intimismo construídas a partir de percepções, observações interpessoais, vivências pessoais e profissionais.

Os poemas selecionados contaram com a curadoria literária da escritora e jornalista Maria Alice Bragança e pelos próprios artistas participantes, e a curadoria artística é da artista plástica Susane Kochhrann.  Segundo ela, “a ideia de fazer uma exposição de poesias interpretadas por artistas visuais surgiu quando fiz a curadoria de outra exposição sobre os contos de Caio Fernando Abreu, em Santiago-RS, no ano de 2019.

Durante esse tempo, acompanhei a através das redes sociais e os saraus de poesia que Melina organizava a poesia que ela criava. A sensibilidade inquietante e, por vezes, visceral de suas palavras me permitiram visualizar mentalmente o que Melina expressava. Mas era a minha interpretação. Outro artista poderia sentir ou visualizar outras percepções diferentes da minha. E por essa diversidade de percepções e sensações que as palavras revelam, propus a Melina realizar a exposição”.

Já para a jornalista Maria Alice Bragança, “os poemas de Melina Guterres transitam entre a afirmação de sua voz e a manifestação de solidariedade com todas as mulheres, a quem dedica uma oração. Mulher deste tempo, ela constrói um autorretrato, trançando temas, tais como o amor, – abordado de forma contemporânea -, a Santa Maria natal, a infinita quarentena em que estamos mergulhados, para reafirmar um compromisso com a vida.”

Questionada sobre a homenagem recebida, Melina diz ser importante que as experiências com a poesia ultrapassem a própria literatura e atinjam outros formatos. “Quando estive viajando pelo Brasil pude ver a poesia materializada na voz de um povo que a declamava com propriedade sem saber ler e escrever, também na voz dos poetas nos saraus, no corpo dos artistas, espetáculos, vídeo arte, cinema e até mesmo na tecnologia. Aos poucos ela ia saindo daquele primeiro formato que me chegou na infância, o livro. Fico feliz  e agradeço a Susane, a Maria Alice Bragança e a todos os artistas participantes por este trabalho”, afirma ela.

O público poderá conferir as obras no espaço expositivo da Cesma, no período de 28 de setembro a 16 de outubro de 2021, nos horários de atendimento presencial da cooperativa. De segunda à sexta das 9h30 às 18h e, aos sábados, das 9h30 às 13h.

A venda online das obras ficará disponível a partir do dia 20 de outubro na Rede Sina em: www.redesina.com.br

Artistas participantes:

Adéli Casagrande do Canto

Ana Dornelles

Andrea Capssa

Ana Maria Assis Brasil

Cica Ereno

Denise Wichmann

Ive Flores

Jane Zofoli

Jordana de Moraes

Kalu da Cunha Flores

Karina Maia

Luís Fleck

M. Flowers

Marilene Nunes

Marília Chartune

Miguel Vasquez

MRosalia

Otto

Patrícia Felden

Polin Moreira

Tatiana Barrios Vinadé

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo