DestaqueRegião

REGIÃO. “Frente Parlamentar das Oliveiras” será instalada na próxima sexta, 24, no Recanto Maestro

Deputado Roberto Fantinel é o coordenador. Giuseppe Riesgo também participa

Com a presença de seus integrantes, será instalada na próxima sexta-feira, dia 24, a Frente Parlamentar das Oliveiras. O evento acontece às 3 da tarde no Hotel Recanto Business Center, na Estrada Recanto Maestro, em Restinga Sêca. O coordenador do colegiado é o deputado Roberto Fantinel (MDB), oriundo da Quarta Colônia e de cuja assessorial de imprensa é o texto a seguir. Acompanhe:

Roberto Fantinel, Coordenador, e Ernani Polo, Vice, lideram a Frente a ser instalada na próxima sexta-feira, em Restinga Sêca (Foto Divulgação)

“A soma de forças e expertises da iniciativa privada e de parlamentares gaúchos sai do campo das ideias para se tornar realidade prática, com a implantação de uma avenida de desenvolvimento agrícola, econômica e social para o estado.

É fato que o Rio Grande do Sul concentra a maior parte da sua atenção na valorização de produtores internacionais e trata, de maneira discrepante, quase secundária, o produtor local – que também atua no ecossistema de cultivo de Oliveiras, seja produzindo azeites ou azeitonas em conserva.

Levantamento recente aponta área (já instalada e produzindo) de 6.000 hectares distribuídos em 60 municípios (com destaque para a cidade de Encruzilhada do Sul, no Vale do Rio Pardo) e com mais de 165 agricultores e agroindústrias (já consolidados nesse segmento). Outro ponto de força dos olivais é a possibilidade de cultivo simultâneo ou intercalado com outras culturas. Originando, assim, uma composição de renda adicional e trazendo mais lucratividade para uma única área de terra.

É importante salientar que a primeira produção de azeite 100% gaúcha ocorreu em 2010. E, desde então, a razão de crescimento é sempre positiva em área e produção.

Adesão política multipartidária e respaldo empresarial

Na linha de frente estão Roberto Fantinel, deputado estadual pelo MDB, Roberto Argenta, Conselheiro Honorário da Fundação Antonio Meneghetti, e Renato Fernandes, presidente do Ibraoliva (Instituto Brasileiro de Olivicultura).

Também integram a Frente Parlamentar os deputados Ernani Polo, que ocupa a vice-presidência, Gabriel Souza (MDB), presidente da Assembleia Legislativa, Patrícia Alba (MDB), Clair Kuhn (MDB), Carlos Burigo (MDB), Vilmar Zanchin (MDB), Dalciso de Oliveira (PSB), Ruy Irigaray (PSL), Gilberto Capoani (MDB), Giuseppe Riesgo (NOVO), e os secretários estaduais de Turismo e de Desenvolvimento Econômico, Ronaldo Santini (do PTB e deputado federal licenciado) e Edson Brum (MDB).

Na pauta, a definição da agenda de trabalho, com o objetivo de dar visibilidade à produção feita no Rio Grande do Sul, injetando autoestima ao setor por meio da instalação de grupos de trabalho que contemplarão incentivos fiscais, acesso ao crédito rural, suporte técnico, produção de mudas e extensionistas, para esclarecer e ampliar a diversificação no cultivo na matriz produtiva agrícola. Além de habilitar novos produtores, principalmente na agricultura familiar de pequeno e médio porte.

O encontro também terá a presença de técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que farão apresentação sobre a Produção Integrada Agropecuária — um sistema de produção rural sustentável e certificado, que utiliza a bioeconomia para conectar o meio ambiente à produção. Banrisul e BRDE também devem enviar representantes para esclarecer e oferecer apoio às linhas de crédito.

Instauração da Frente Parlamentar das Oliveiras

Data: 24 de setembro de 2021

Horário: 15 horas

Local: Hotel Recanto Business Center – Torre Prime – 15º andar

Endereço: Estrada Recanto Maestro – Restinga Sêca – RS

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo