DestaqueEstado

ESTADO. Frente Ampla une sete partidos políticos gaúchos em atos contra Bolsonaro, nos dias 2 e 15

Primeira manifestação ocorre neste sábado em várias cidades do Rio Grande

Os líderes dos sete partidos gaúchos presentes à reunião na sede estadual do PSB/RS: Luiz Giacomini (Cidadania), André (Rede), Mario Bruck (PSB), Luciana Genro (PSOL), Juliano Roso (PC do B), Ciro Simoni (PDT) e o Paulo Pimenta (PT) (Foto Divulgação)

Da Assessoria de Imprensa do PSB/RS

Sete partidos da Frente Ampla se reuniram na sede do PSB-RS, na manhã desta quinta-feira, dia 30, para construir os atos e manifestações de protesto contra a política econômica do governo Bolsonaro que irão acontecer nos próximos dias 2 e 15 de outubro em todo Rio Grande do Sul.

Dos nove partidos que compõem a Frente Ampla nacional, sete estavam presentes no encontro que colocou lado a lado líderes estaduais do PSB, PT, Rede, Cidadania, PDT, PC do B e PSOL.

Os líderes partidários gaúchos acordaram que as manifestações serão as mais amplas possíveis, reunindo entidades da sociedade civil, entidades sindicais e movimentos populares, além dos partidos políticos.

“A política econômica do governo de Jair Bolsonaro está levando milhares de brasileiro a extrema pobreza, apresenta números negativos de crescimento e uma das maiores inflações dos últimos 25 anos, com aumentos constantes de alimentos, gás de cozinha, gasolina e óleo diesel, influenciando diretamente no bem estar de milhões de brasileiros”, enfatizou Mario Bruck, presidente do PSB-RS e também anfitrião da reunião.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo