DestaqueSanta Maria

MEMÓRIA. Ex-atleta do Rolo Compressor do Inter, João Crescêncio morre em SM. Ele tinha 102 anos

A um mês dos 103 anos, morreu dormindo. Ano passado, sobreviveu à Covid

Após ficar quase um mês internado, no ano passado João Crescêncio venceu à Covid. Ele morreu dormindo (foto Arquivo Pessoal)

Do Site do Correio do Povo / Por Renato Oliveira

Faleceu na noite desta terça-feira, em Santa Maria, um dos jogadores que integrou o time Rolo Compressor do Internacional de Porto Alegre. João Crescêncio, também conhecido como Russinho, 102 anos (completaria 103 anos dia 25 de dezembro), morreu dormindo, de causas naturais, em sua residência na avenida Rio Branco, no Centro da cidade.

No ano de 1937, João Crescêncio foi morar em Porto Alegre. Servia no Exército e dividia o tempo jogando no time do quartel. Um dirigente ligado ao Inter convidou o mesmo para fazer um teste no Clube do Povo e acabou sendo aprovado. De 1937 a 1942, dividiu o gramado do Estádio dos Eucaliptos com diversos craques, dentre eles Tesourinha e Carlitos.

Em 1942 retornou a Santa Maria e ajudou a fundar o Guarany Atlântico, clube que se tornou profissional e que foi extinto na década de 60. No ano passado, João Crescêncio teve uma vitória: venceu a Covid-19 depois de ficar 25 internado no Hospital de Caridade Astrogildo de Azevedo. Seu sepultamento acontecerá ás 16h 30 no cemitério Ecumênico.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo