BrasilDestaque

TUCANOS. Leite e Doria rodam o Brasil atrás dos votos que tornarão um deles candidato ao Planalto

Prévias do PSDB se aproximam a a campanha interna se torna mais acirrada

Governadores Eduardo Leite (RS) e João Dória (SP), que disputam as prévias do PSDB, em almoço em 2019 (Foto Reprodução)

Reproduzido do Site do Correio do Povo / Reportagem de Flavia Bemfica

A 10 dias das prévias que indicarão o pré-candidato do PSDB à presidência da República em 2022, a disputa interna entre o governador Eduardo Leite e seu colega paulista, João Doria, vem ganhando todos os ingredientes, positivos ou não, que caracterizam os pleitos muito acirrados. Ao longo do mês de outubro e nestes primeiros dias de novembro, os governadores intensificaram uma sucessão de anúncios de ‘bondades’ e de liberação de recursos para diferentes áreas em seus estados. Na prática, há uma incógnita sobre se a maior parte deles vai se tornar realidade. Mas, neste momento, entram na lista de realizações que ambos vendem nas campanhas pelos votos dos correligionários no próximo dia 21 de novembro.

Aos anúncios, se soma a intensificação de viagens a outros estados, na busca de todos os votos que possam ser amealhados em diferentes diretórios tucanos. Inclusive, depois de uma série de incursões de Leite em território paulista, em busca de dissidentes no maior diretório do país, na próxima semana é Doria quem vem fazer campanha no RS.

Como forma de mostrarem que têm estatura para liderar o país e estão atentos aos grandes debates mundiais, Leite e Doria também estenderam as agendas a roteiros internacionais. Em plena campanha de prévias, eles integraram a lista de governadores que foi à Escócia para participar da 26ª Conferência das Nações Unidas Para a Mudança do Clima (COP26).

A corrida, contudo, não desencadeou apenas uma enxurrada de anúncios e viagens. Doria e Leite mantêm um clima de cordialidade em encontros e debates mas, nos bastidores, são comuns trocas de acusações, ironias sobre ações e o perfil de cada um, provocações, e um mapeamento detalhista sobre como ‘cavar’ dissidências em redutos do adversário. Nele, expoentes locais e mesmo filiados sem mandatos passaram a ser tratados como lideranças expressivas.

Briga por apoios se destaca nas redes sociais

Como era esperado, as redes sociais servem de termômetro da diferença entre a postura educada dos eventos públicos e o tom adotado internamente por João Doria e Eduardo Leite na disputa para as prévias do PSDB. No twitter, por exemplo, os dois governadores mantêm seus perfis oficiais como chefes de Executivo, onde as prévias e os apoios conquistados aparecem em meio a sucessão de postagens sobre temas e atividades diversas. A escalada no tom dos concorrentes, porém, acontece mesmo no @psdbcomdoria e no @tucanosporel…”

PARA LER O ORIGINAL, E CONFERIR MANIFESTAÇÕES NA INTERNET, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo