DestaqueEstado

ESTADO. Devido ao covid-19, IPE Prev e IPE Saúde suspendem atendimento presencial por 30 dias

Usuários que tinham agendamentos serão contatados e orientados

Por Assessoria de Comunicação do IPE

Em função do aumento dos casos de infecção por Covid-19 nos últimos dias, o IPE Prev e o IPE Saúde determinaram a suspensão dos atendimentos presenciais em sua sede, em Porto Alegre, durante 30 dias, a contar de quarta-feira (12). Ao final do período, ocorrerá uma nova avaliação. Os usuários que tinham agendamentos serão diretamente contatados e orientados.

No caso dos atendimentos oferecidos por meio do Programa Facilitadores do IPE Saúde, que prevê parcerias com municípios do interior, é preciso verificar diretamente com cada prefeitura sobre o funcionamento.

Todos os serviços do IPE Saúde seguem disponíveis e podem ser acessados pelo Atendimento Digital, clicando aqui.

No caso do IPE Prev, o atendimento também continua de forma digital. Os beneficiários podem acessar as orientações de cada serviço clicando aqui.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo