DestaqueRegiãoSegurança

JAGUARI. Brigada Militar prende três homens e apreende drogas durante operação em bairro

Além dos entorpecentes, também foram apreendidos três revólveres

Cães foram utilizados na busca pelo material apreendido no Bairro Consolata. Foto Divulgação

Por Comunicação Social do 5º RPMon

Na manhã de quinta-feira (21), durante operação no Bairro Consolata na cidade de Jaguari, a guarnição de serviço da cidade juntamente com guarnições da Força Tática, Patrulha de Emprego específico, setor de Inteligência do 5º RPMon e Canil do 2º BPCHOQ de Santa Maria cumpriram quatro mandados de busca e apreensão em quatro residências na cidade.

Foram presos três homens de (25, 27 e 39 anos), sendo ainda apreendidos nas residências, três revólveres Cal. 38., 45 munições do mesmo calibre intactas, 17 cartuchos de munições Cal.12 deflagrados, quatro facas e um punhal, porções de substâncias com características de crack pesando aproximadamente 333,80 gramas, sete porções de cocaína pesando 540,17 gramas e uma balança de precisão.

Diante dos fatos, os mesmos foram conduzidos a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Santiago juntamente com o material apreendido, onde a autoridade de plantão determinou a lavratura de prisão em flagrante.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo