Incrível: faz calor em Hannover. Igualzinho aos preços

Hannover – 15h56 -A tarde já vai em meio (aqui, o horário é o de verão e a noite chega lá pelas 20h) e temos, agora, a temperatura mais elevada desde que chegamos. Está certo, são 12 graus centígrados, mas para quem enfrentou o zero grau de sábado, isso aqui está parecendo o nordeste brasileiro, ou Santa Maria em janeiro.
      Sol, sol… bem, aí já é querer demais. Mas, enfim, o clima está muito agradável e a feira concentra, no seu parque gigantesco, a costumeira babel de cores, sons e idiomas. E sem humor ruim, o que torna a vida até bem fácil – não fosse tãããão cara, para os padrões do Real brasileiro. Para você ter uma idéia, ontem, para credenciar-me, foi necessário um xerox da página de A Razão onde publiquei reportagem sobre Hannover. Foram duas páginas (capa inclusive) e 0,60 Euro. Ou R$ 2. Uau. Sorte, para um cafeinomaníaco como eu que aqui, no Centro de Imprensa, uma taça custa “apenas” 1,30 Euro. Uma merreca de R$5. Mas azar, azar mesmo, é o dos fumantes que não trazem cigarro. Aqui, qualquer marca internacional não sai por menos de 4 Euros (15 reaizinhos).
      Vi um sujeito, ontem, querer voltar correndo (ou nadando) ao Brasil. Acha que vai morrer se não fumar. Há controvérsias. Muitas.
      Bem. Espero que essas informações todas sejam suficientes para desencorajar aqueles muitos que me pedem uma lembrancinha da Alemanha. Gente, até a família vai sofrer, com isso tudo. Se comprasse a quantidade de coisas que me pediram,teria de ir embora sábado. E ainda restavam, então, 13 dias de viagem. Aquele, por exemplo, que queria a camiseta de um time de futebol… bem, Reni, estou me esforçando para encontrar uma… e fotografar para você… Lamento..snif



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *