Os números do movimento dos municipários

Não tenho tido sucesso na tentativa de obter informações do sindicato dos municipários e dos professores municipais. Em todo caso, o espaço está disponível, eu garanto. Enquanto isso, e fazendo a ressalva do dado parcial, divulgo a estimativa de participação no movimento de protesto das duas categorias, segundo avaliação da Prefeitura Municipal.
      Informa a assessoria de imprensa que, no balanço feito pelo Poder Executivo, a paralisação atingiu, hoje, 30% dos municipários e 70% dos docentes. Curioso é que, aparentemente, o movimento dos servidores não professores concentra-se, basicamente, na secretaria de Obras e Serviços Urbanos. Lá, segundo o relato oficial, 70% dos trabalhadores pararam.
      O que é, penso eu, ruim para a comunidade. Afinal, excetuando, talvez, a área da saúde, é nesse setor da Prefeitura que se concentra a maior demanda de serviços feitos diretamente para a população.
      Relembrando que o protesto se dá em função da proposta, considerada “ridícula” pelas lideranças sindicais, de 1% de reajuste salarial.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *