Anúncio da fábrica de vagões foi regado a champagne – a notícia e o comentário

Na notícia postada abaixo, por erro meu, não constou o comentário que prometi fazer. Agora, ela vai completinha – espero.
     
      Segue, na íntegra, a notícia divulgada no início da tarde pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal – assinada pela repórter Carine Prevedello – sobre o anúncio da vinda, para Santa Maria, da Santa Fé Vagões – aliás, algo que você soube com primazia, aqui mesmo, às 10 da manhã. Depois da notícia oficial, você lê o meu comentário.
     
      Prefeito anuncia vinda da fábrica de vagões Santa Fé para Santa Maria
      Confirmação da instalação da empresa, que investirá R$ 5 milhões na cidade e gerará 400 empregos diretos, foi comemorada com champanhe
      Em clima de muita emoção e alegria, o Prefeito Valdeci Oliveira anunciou, em entrevista coletiva na manhã desta terça, a vinda da fábrica de vagões Santa Fé para Santa Maria. A confirmação da opção por Santa Maria foi dada ao prefeito em um telefonema às 9h50min desta terça, feito diretamente de São Paulo por um dos empresários que negociava com a Prefeitura. De acordo com o prefeito, as obras para a instalação da fábrica, que vai investir inicialmente R$ 5 milhões na cidade, com geração de 400 empregos diretos e 1000 indiretos, começam já entre o final do mês de agosto e o início de setembro.
      “Quando há mobilização conjunta, com toda a comunidade nos mesmos trilhos, lutando pelo desenvolvimento que virá para todos, o resultado é positivo”, disse o prefeito. Ele agradeceu o empenho da Câmara de Vereadores, através do apoio dos 14 vereadores, do Governador Germano Rigotto e do Secretário de Desenvolvimento, Luiz Roberto Ponte, que garantiram incentivos fiscais imediatos para a empresa, do deputado Cézar Schirmer e dos deputados Fabiano Pereira e Paulo Pimenta, do Bispo Emérito, Dom Ivo Lorscheiter, e principalmente dos Secretários de Desenvolvimento Econômico, Pedro Stangarlin, de Planejamento, Vilson Serro, e Geral de Governo, Flávio Schneider, que lideraram as negociações.
      O Prefeito Valdeci ainda salientou que a vinda da Santa Fé para Santa Maria inaugura um novo ciclo de desenvolvimento econômico para a cidade e significa o resgate da história ferroviária, de importância afetiva para os santa-marienses. “É hora de começar a diminuir o pessimismo e começar a acreditar na nossa cidade”, disse Valdeci, satisfeito com o que considera uma conquista de Santa Maria, muito além de um resultado positivo para a administração. Os incentivos oferecidos pela Prefeitura, como a renúncia de IPTU, diminuição da taxa de ISSQN e investimento em infra-estrutura serão detalhados, segundo o prefeito, no Protocolo de Intenções que será assinado com a empresa. “Oferecemos tudo o que era possível por ser uma empresa sem concorrentes na cidade”, esclareceu o prefeito.
      Protocolo de Intenções será asinado na sexta-feira
      Na próxima sexta-feira (19), às 11h, será assinado o Protocolo de Intenções entre a Prefeitura de Santa Maria e o consórcio de empresas que implantará a Santa Fé em Santa Maria. A assinatura acontecerá na área das oficinas do Km 3, onde a fábrica será instalada.
      Acompanharam o anúncio da vinda da Santa Fé nesta terça o líder do Governo na Câmara, Vilmar Galvão (PT), os vereadores Tubias Calil (PMDB), Luiz Carlos Ávila da Silva (PT), Jorge Trindade (PT), Loreni Maciel (PT), o Vice-Prefeito e Secretário de Finanças, Werner Rempel, e os Secretários de Assistência Social, Misiara Oliveira, de Obras, Altamir de Campos, de Comunicação, Luciano Ribas, de Captação de Recursos, Ivo Cassol Júnior, de Educação, Pedro Maboni, de Administração, Mauro Müller, de Saúde, Luiz Carlos Bier e de Esporte e Lazer, Carlos Rempel.

     
      COMENTÁRIO MEU: A notícia acima, enviada a todos os veículos de comunicação, é acompanhada de uma foto em que o brinde de champagne é feito. O que justifica, inclusive, o título da reportagem. Mas, mais importante que o brinde, penso eu, é a demonstração de que é possível, sim, fazer coisas boas para uma comunidade, se todos – vou repetir, toooodos – se envolverem.
      Sem ranços, sem disputas ridículas e com colaboração efetiva. Isso houve agora, com clareza, independente da questão partidária. PMDB e PT, pelo menos esses dois, deram uma demonstração de maturidade – seguida pelos vereadores das demais bancadas, que se solidarizaram. Quem saiu ganhando foi a cidade e sua gente. Que, continue assim. A hora da disputa já passou. Por favor.
      Ah, e que o exemplo possa ser seguido por alguns que, ao contrário do que parece, ainda não perceberam que a eleição (municipal) já passou. O prefeito Valdeci Oliveira e o vereador Tubias Calil, juntos, são o exemplo de que dá para acreditar. Ou não?



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *