Eleições 2006. “Caso do dossiê” está quente, mas Lula mantém folgada liderança no Datafolha

O rolo envolvendo a compra de dossiê contra José Serra, com petistas assumidamente envolvidos, não parece ter comovido o eleitorado. E olha que o forrobodó começou na sexta-feira, prolongou-se pelo final de semana e não deu qualquer sinal de esfriar nestas segunda e terça-feira – exatamente os dias em que o instituto Datafolha, sob encomenda da Rede Globo e da Folha de São Paulo.

Mesmo com todo o correto estardalhaço da imprensa, para o qual colaboraram (e nem poderia se exigir outro procedimento) os oposicionistas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, se o pleito ocorresse agora, estaria facilmente eleito em primeiro turno.

A soma dos votos de todos os outros candidatos somaria 40% e frações (três concorrentes não atingiram sequer 1%), contra os 50% ostentados pelo concorrente à reeleição.

A colaborar, provavelmente, para o desempenho lulista, está a aferição da popularidade do governo, que aumentou de 46% para 48%, de uma semana para outra.

Leia, a seguir, os números da pesquisa divulgada agora há pouco pelo Jornal Nacional. Foram ouvidos .7735 eleitores em 353 municípios do País. A propósito, trata-se do levantamento com o maior universo de entrevistados entre todas as pesquisas feitas até aqui sobre a sucessão presidencial. Confira a reportagem publicada no portal do jornal O Estado de São Paulo na internet:

”Escândalo do dossiê não altera números da pesquisa Datafolha
O possível envolvimento de integrantes do PT na venda de dossiê com supostas denúncias contra tucanos não altera diferença entre Lula e Alckmin. O presidente seria reeleito no 1º turno

Nova pesquisa Datafolha sobre as eleições presidenciais, divulgada nesta terça-feira, 19, no Jornal Nacional, indica que as intenções de voto continuam estáveis em relação à última pesquisa divulgada no dia 12 de setembro. Os números mostram que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva seria reeleito no primeiro turno. Lula apresentou 50% de intenções de voto, contra 29% do candidato do PSDB, Geral Alckmin. Na pesquisa anterior, as intenções de voto estavam em 50% e 28%, respectivamente.

Com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos, a pesquisa desta semana mostrou a Candidata do PSOL, Heloísa Helena com 9%, mesmo patamar em relação à pesquisa anterior.

Cristovam Buarque (PDT) atingiu 2% das intenções. Ana Maria Rangel (PRP), José Maria Eymael (PSDC) e Luciano Bivar (PSL) não totalizaram 1%. Brancos e nulos…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página da Agência Estado na internet, no endereço http://www.estadao.com.br/ultimas/nacional/eleicoes2006/.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *