Debate no SBT 3. Alckmin até não queria, mas foi mal e acabou construindo escada para Lula

No terceiro bloco do debate do SBT, o candidato Geraldo Alckmin jogou a discussão para temas econômicos – depois de Lula ter questionado sobre o programa “Luz para todos”. E se deu mal, penso com meu caro bestunto. Especialmente quando quis discutir a questão dos juros estratosféricos e o lucro recorde dos bancos.

O que o candidato tucano conseguiu, objetivamente, foi construir uma escada pela qual subiu o petista, ao lembrar o tamanho dos juros no governo Fernando Henrique, três vezes maior que o atual. E ainda defendeu que os bancos emprestam dinheiro a aposentados por um terço dos juros ditos normais.

No final, sobre corte de gastos, Alckmin relembrou os CCs e os ministérios em excessos – em ambos os casos prometeu reduzir. Mas não conseguiu, exceto quem sabe para os torcedores, se dar bem. Aliás, cabe uma pergunta: será que o eleitor está familiarizado com o número grandioso da dívida pública? Ou isso é só para iniciados?

A sensação que tenho é que, pela primeira vez, Lula conseguiu colar Alckmin em Fernando Henrique. E isso é favorável a ele. Ah, e voltou ao Aerolula. Bem, nada de novo. Isso dá voto? É a pergunta.

Nesse preciso momento, Alckmin retoma o assunto “saúde” e os recursos constitucionais para o setor, segundo ele sonegados por Lula. E este fala que investir em comida “não é para a saúde”. E desfia uma montanha de números. Difíceis de confirmar, mais ainda desmentir.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *