Arquivo

Surpresa. Prefeitura propõe reajuste salarial maior do que o dos últimos cinco anos

Cá entre nós, foi surpresa. Imaginava-se alguma coisa parecida com 2006, quando foram 6% de reajuste aos servidores municipais, docentes incluídos. E em três parcelas. Com toda a indignação dos barnabés – só inferior à do ano anterior, quando o aumento foi de apenas 2%.

 

O fato é que, segundo pude depreender das primeiras manifestações, a prefeitura conseguiu desarmar, pelo menos inicialmente, um discurso já pronto de rebeldia e até retaliação política, de parte das lideranças dos funcionários da municipalidade.

 

Nem 2%, nem 6%. O Executivo está propondo 8,34% de reajuste salarial, dividido em três parcelas. A primeira delas em julho, a inflação do ano, 3,14%. O anúncio foi feito na tarde de ontem. E a primeira reação oficial disponível foi a da direção do Sindicato dos Professores.

 

O Sinprosm, que programou uma assembléia geral para hoje, às 4 e meia da tarde, se manifestou através de um de seus coordenadores, o professor Antonio Lídio Zambon, para quem “é interessante que se tenha alguma melhoria no Plano Salarial dos professores, e que isso vá para a Câmara de Vereadores”. Ressalvou que os docentes deverão debater o assunto nesta terça-feira e, depois, será agendada nova reunião com a Prefeitura.

 

Sobre os detalhes da proposta e as razões do Executivo, além das informações em torno do encontro da tarde de ontem, acompanhe material distribuído aos veículos de comunicação pela assessoria de imprensa da Prefeitura, em texto assinado por Tiago Machado. A seguir:

 

“Prefeitura propõe reajuste de 8, 43% para servidores

 

A Prefeitura de Santa Maria anunciou na tarde desta segunda (11) a sua proposta de reajuste salarial para os servidores municipais. O valor da reposição apresentado aos diretores do Sindicato dos Professores Municipais (Sinprosm) e do Sindicato dos Municipários é de 8, 43%. O valor seria implementado em três etapas, sendo 3,14% a partir de julho, e os outros 5,29% seriam pagos a metade a partir de outubro e o restante a partir de fevereiro de 2008.

 

A proposta inicial foi apresentada pela Comissão da Prefeitura que negocia com os servidores integrada pelo Vice-Prefeito e Secretário Geral de Governo, Werner Rempel, pelo Secretário de Finanças, Genil Pavan, pelo Secretário de Educação, Carlos Pires, e pelo Secretário de Administração e Desenvolvimento Humano, Dionizio Kuchinski. Também participaram da reunião com as duas categorias  – que foram recebidas uma na seqüência da outra, sendo o Sinprosm primeiro –  o Diretor Geral da Secretaria de Administração, Eder Vasconcellos, e a Diretora Geral da Secretaria de Educação, Leoneide de Gregori.

 

Conforme Werner, a proposta além de recuperar a inflação de 2006, que foi de 3,14%, representa também a retomada das perdas salariais da categoria relativas ao ano de 2004. “Vamos ter que sacrificar outras áreas, mas acreditamos que os servidores municipais merecem este esforço. Estamos abertos para negociar”, disse ele.

 

Conforme o Secretário de Finanças, Genil Pavan, o reajuste terá um impacto de R$ 2, 4 milhões em 2007 e de R$ 7 milhões em 2008. “Vamos espremer tudo e mais um pouco”, enfatizou ele na reunião com os servidores.

 

Agora a comissão da Prefeitura aguardará a posição dos dois sindicatos, que nos próximos dias vão submeter a proposta do município às suas respectivas categorias em assembléias.”

 

 

SUGESTÃO DE LEITURA – clique aqui, se desejar outras informações oriundas da assessoria de imprensa da Prefeitura.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo