Arquivo

Operação Rodin (30). Tucano afastado, preso liberado e, enfim, a mala preta. Ah, e R$ 175 mil

Foi um dia e tanto, esta segunda-feira de investigações da Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal, sobre a fraude que envolve o Detran e a Fatec, fundação vinculada à UFSM. O principal surgiria à tarde, com as revelações feitas pelo procurador Ivan Cláudio Marx, do MPF, e pelos delegados da PF, inclusive Ildo Gasparetto, superintendente da corporação, no RS.

 

Foi apresentada a chamada “mala preta”. Na verdade, uma maleta que era utilizada para levar o troco com a propina dos envolvidos na fraude. Ela pertencia a Rubem Hoher, da empresa Doctus – sub-contratada pela Fundae, que substituiu a Fatec e a recontratou, em meados deste ano. Teria havido um acordo entre o advogado de Hoher e a PF, para a entrega da maleta. Aliás, o empresário foi liberado  – como também seria, na noite desta segunda, o ex-presidente do Detran, Carlos Ubiratan dos Santos.

 

Além da maleta, também foi divulgada a apreensão de R$ 175 mil em dinheiro vivo, encontrada em uma empresa envolvida no esquema, mas não identificada. De qualquer forma, é provável que parte desse troco seria levado para um flat onde os valores eram divididos.

 

É indiscutível: novidades devem surgir até quarta-feira, quando se esgota o prazo para as prisões provisórias. Até o momento em que escrevo, há cinco detidos na carceragem da PF, em Porto Alegre: Alfredo Pinto Telles, Ferdinando Fernandes, José Antônio Fernandes,  Lair Antônio Ferst e Antônio Dornéu Cardoso Maciel.

 

Com as revelações feitas a conta-gotas, é possível prever que apenas no último momento os policiais federais deverão revelar quem e quantos serão indiciados – além dos 13 detidos inicialmente. Ou, até, se alguns deles terão pedida a prisão preventiva que, se concedida, não teriam prazo fixo para terminar.

 

O fato é que, como você leu durante esta segunda-feira, não falta movimentação, desde que a Operação Rodin foi deflagrada. As conseqüências políticas são evidentes. Sobretudo, pelo menos por enquanto, no PP e no PSDB. Os progressistas já trataram de afastar seus figurões investigados ainda na semana passada (clique aqui para conferir). E, neste início de semana, foi a vez dos tucanos tomarem idêntica atitude em relação ao seu graduado militante (acesse aqui as informações que publiquei a respeito)

 

SUGESTÃO DE LEITURA – confira a reportagem “Maleta é nova prova nas investigações do Detran”, publicada pela ZH.Com, com informações da Rádio Gaúcha.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo