Arquivo

Caso “dantesco”. Ação de senador do DEM no STF tem tudo para jogar processo para as calendas

O senador Heráclito Fortes (na foto de Fábio Rodriges Pozzebom, da Agência Brasil), do DEM piauiense, é citado em várias conversas interceptadas (com autorização judicial) pela Polícia Federal, na operação Satiagraha, que levou um punhado de grã-finos ao xilindró. Por conta disso, e é não se lhe pode tirar legitimidade, foi ao Supremo Tribunal Federal. Lá, seu pleito foi atendido por, ele mesmo, Gilmar Mendes, o presidente da principal corte de Justiça do País.

 

Quais as conseqüências disso tudo e por que Fortes fez o que fez? Ele fala que foi em legítima defesa e, afinal de contas, como senador, o único lugar em que ele poderia legalmente apelar é exatamente o Supremo. Mas a ação que, repita-se, é legítima, tem outras conseqüências – essas não tão agradáveis à sociedade que, afinal de contas, quer ver a situação de Daniel Dantas e seus apaniguados resolvida com brevidade. Quem explica melhor é Wálter Fanganiello Maierovitch, em artiguete publicado no sítio Terra Magazine. Confira a íntegra, a seguir:

 

“Dantas dá as cartas

Com o delegado Protógenes Queiroz afastado, Daniel Dantas ganhou a terceira cartada. As duas anteriores foram os habeas-corpus liberatórios.

Agora, Dantas joga em duas frentes. Precisa afastar o juiz Fausto De Sanctis e, para isso, já argüiu no processo criminal o seu impedimento por falta de imparcialidade. Se o juiz recusar a exceção de suspeição, caberá ao Tribunal Regional Federal apreciar essa matéria.

A outra cartada já foi dada. Ao apreciar o pedido do senador Heráclito Fortes (DEM-PI) de acesso às apurações (habeas-datas), o ministro Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), considerou-o investigado.

Como Heráclito é investigado, haverá, em breve, avocação dos inquéritos e do processo criminal ao STF, pois o senador tem foro privilegiado. Aí, De Sanctis estará definitivamente afastado.

Para arrematar, a força-tarefa instituída para apurações, com grande número de envolvidos, poderá se transformar em fonte permanente de vazamentos.

PANO RÁPIDO. Dantas continua com o jogo na mão. E a dar as cartas.”

 

SUGESTÃO DE LEITURA – confira aqui, se desejar, outros textos sobre o caso “dantesco”, publicados no sítio Terra Magazine, editado por Bob Fernandes e alojado no portal Terra.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo