Arquivo

Coluna Observatório. “Sexteto peso-pesado. Deles, um morreu. Outro largou. E os outros…”

A seção “Não custa lembrar”

 

 

Em 26 de janeiro de 2001:

 

“* Pedetistas (ops, brizolistas) de Santa Maria acordaram cedo na terça-feira. Tudo para comemorar os 80 anos do líder (ops, do chefe) maior do Partido.

* Que mal pergunte, mas Brizola será candidato, se for, a Presidente da República com que objetivo? Ganhar não deve ser. Ou é?

* Brizola, Ciro, Britto. Todos juntos. Mas a política é bonitinha mesmo, não é?

* Dizem peemedebistas bem informados que Germano Rigotto quer mesmo ser candidato a governador. Cezar Schirmer respira aliviado.”

 

Hoje:

 

Passados 7 anos e meio da publicação das notas acima, na seção “Luneta”, há mais que curiosidade na releitura. De todos os citados, um morreu: Brizola, que daria (o seu) jeito no PDT/SM. Outro largou: Britto, que é executivo de telefonia. O terceiro, Ciro, à época do PPS, hoje no PSB. O que não mudou foi o sonho: continua tenteando a Presidência. Rigotto é (embora não diga) candidato ao Piratini outra vez, após ter sido eleito em 2002. E Schirmer? Aliviado ou não perderia mais uma eleição para prefeito, virou suplente de deputado federal e agora tenta de novo a prefeitura.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo