Arquivo

EXTRA. Saiba quem será suplente em janeiro, se Câmara de Vereadores voltar a ter 21 cadeiras

Como você leu em nota imediatamente anterior, logo abaixo, de acordo com contagem extraoficial (a Justiça Eleitoral é quem faz o cálculo) a que este sítio teve acesso, se a Câmara voltar a ter 21 vereadores, o PMDB terá três novas vagas, o PT duas, o PSB e o PSDB uma cada. Os nomes estão todos naquele texto

 

Agora, sempre segundo essa contagem, saiba quem serão os suplentes, pela ordem de votação, com a nova conjuntura:

 

Aliança PMDB/PP – todos peemedebistas: João Kaus, Magali Adriano e Cezar Ghem

Aliança PP/PR – o petista Beto Dalmo, a atual edil do PR Anita Costa Beber e o também petista Paulo Ricardo

Aliança PSDB/DEM/PPS – o Democrata Ten Cel Tavores e os tucanos Juliano da Silva e Elias Pacheco

Aliança PSB/PTB/PC do B e outros – Facco (do PC do B) e os petebistas Alemão do Gás e Professor Barata.

 

 

EM TEMPO: desse grupo de 12 suplentes, um, no caso o peemedebista João Kaus, assume como titular –  em lugar de Tubias Calil, que será secretário de Esportes e Lazer.

 

EM TEMPO 2: Em nota posterior, que publicarei provavelmente no início da manhã de amanhã, darei mais detalhes acerca desse cálculo que, repita-se, ainda é extraoficial. O que não quer dizer que seja incorreto, muito pelo contrário. E também trarei nota específica sobre as conseqüências políticas do aumento. E elas existem, pode estar certo.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo