Arquivo

Não custa lembrar. Os 2 anos de ausência de uma figura histórica, Dom Ivo Lorscheister

Confira a seguir trecho de nota que publiquei no final da tarde de 5 de março de 2007, uma segunda-feira:

“Memória. Morre D Ivo Lorscheister, aos 79 anos

Com falência múltipla dos órgãos, morreu há pouco mais de uma hora (mais exatamente às 4 da tarde), no Hospital de Caridade, o bispo emérito de Santa Maria, Dom José Ivo Lorscheister. Ele estava hospitalizado desde o último domingo.

 

Muito debilitado, com problemas sérios nos intestinos, e com uma saúde já delicada, Dom Ivo acabou não resistindo, embora os esforços da equipe médica que o acompanhou desde o primeiro instante. 

 

O bispo passou por duas cirurgias, uma na quarta-feira e outra ontem. Esta última por mais de quatro horas. Chegou a imaginar-se a possibilidade de um procedimento de…”

 

Para reler a íntegra da nota, acesse aqui.

 

PASSADOS EXATAMENTE DOIS ANOS, a igreja católica e milhares de fiéis ainda lamentam a morte do Bispo Emérito. Mas, não há dúvida, muito (ou quase tudo) do que ele fez em vida ainda permanece. Especialmente na memória daqueles que o conheceram como grande evangelizador (do ponto de vista espiritual) e, sobretudo, defensor da causa dos mais pobres. E isso se revelou em atos terrenos bastante consistentes, não há dúvida. Se você procurar a data – 5 de março de 2007 – ao lado, encontrará também outras notas sobre a vida e a obra de Dom Ivo Lorscheister (na foto, à direita de Dom Hélio Rubert).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo