CampanhaEleições 2010PartidosPolíticaSupremo

DAY-AFTER. Liberado (por pouco, mas liberado) pelo Supremo, Antonio Palocci mira São Paulo

Antonio Palocci, como escrevi na madrugada passada, é o Plano B de Lula. Tanto para uma eventual candidatura a governador de São Paulo como, numa emergência, para substituir Dilma Rousseff na disputa pelo Palácio do Planalto. Só, como diria Garrincha, tem que “combinar com os russos”. E talvez com os próprios parceiros. Já há reações (talvez precipitadas, taaalvez) nos aliados petistas e mesmo na oposição (o que é natural, inclusive como forma de respeito a Palocci).

Mas, e o próprio? Aparentemente, depois de liberado de qualquer julgamento no Supremo Tribunal Federal – ainda que por escasso um voto de diferença – o deputado e ex-ministro da Fazenda pensa mesmo é em tentar o governo de São Paulo. Quem escreve mais sobre isso, e outros temas correlatos, é Vera Rosa, que assina reportagem publicada pel’O Estado de São Paulo. A foto é de Fabio Rodrigues Pozzebom, da Agência Brasil. A seguir:

Antonio Palocci tem suas vontades. Mas, e os russos?!
Antonio Palocci tem suas vontades. Mas, e os russos?!

Agora, Palocci trabalha para ser candidato do PT em São Paulo

Com prestígio abalado pelo episódio do caseiro, deputado terá de reconstruir imagem de gerente da economia

A absolvição do deputado e ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci (PT-SP) pelo Supremo Tribunal Federal altera o jogo político em São Paulo. Com o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que comemorou ontem a decisão do STF, Palocci trabalha para ser candidato à sucessão do governador José Serra (PSDB), em 2010. Lula avalia que a alternativa resolve, de uma só tacada, o problema do PT e do governo. Motivo: o partido não tem nome de expressão para lançar no maior colégio eleitoral e o Planalto se preocupa com a montagem de um palanque forte para a campanha presidencial da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Apesar do otimismo de Lula, pesquisas qualitativas em poder do PT paulista revelam que a situação de Palocci não é tão simples assim. A lembrança do poderoso ministro que quebrou o sigilo bancário de um caseiro grudou no petista e seu índice de rejeição aumentou. Levantamentos sob encomenda do PSDB também vão nessa direção…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SUGESTÃO ADICIONAL – confira a notaLula não vê em Palocci candidato automático em SP”, publicada por Josias de Souza, da Folha de São Paulo.

Artigos relacionados

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo