Eleições 2010Partidos

ELEIÇÕES 2010 (2). Enquanto isso, tucanos também se enredam nas suas próprias crises

Vamos combinar que Dilma Rousseff, do PT, diga o que se disser, é uma candidata muito complicada de ser vencida no pleito presidencial. Quanto mais não seja porque está no poder e tem o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva. Parada difícil, para dizer o mínimo, a qualquer adversário, por mais forte que seja.

Geraldo Alckmin: ele é um dos “problemas”. E justo na São Paulo de José Serra
Geraldo Alckmin: ele é um dos “problemas”. E justo na São Paulo de José Serra

Não bastasse toda essa situação, o PSDB começa a se enredar nos seus próprios problemas internos – vide a relação entre José Serra e Aécio Neves e destes com o DEM, principal parceiro. E agora, mais uma: tanto quanto os governistas, também há dificuldades em alguns estados para compor um palanque competitivo. Pelo menos uma dúzia de províncias estão nesta conta, conforme reportagem da versão online do Jornal do Brasil, com informações d’O Estado de São Paulo. Entre os bodes, há alguns grandões, como São Paulo e Minas Gerais. E outros, considerados importantes, mas de menor porte, como o Rio Grande do Sul. Vale a pena conferir o texto, com a foto (de arquivo) de José Cruz, da Agência Brasil. A seguir:

“Indefinição tucana amarra oposição em 12 Estados

A indefinição da candidatura presidencial do PSDB deixou os partidos de oposição à beira de um ataque de nervos e ameaça causar divisões políticas internas com efeitos nas campanhas regionais. Esse impasse está travando a definição das coligações locais em pelo menos 12 Estados, que aguardam a resolução da candidatura presidencial para desembaraçar suas pendências locais. As informações são da edição desta quinta-feira do jornal O Estado de S. Paulo.

Existem graves focos de insatisfação em Minas, no Rio e em São Paulo. Mas há problemas em pelo menos mais nove Estados: Rio Grande do Sul, Paraná, Pará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Ceará, Amazonas e Maranhão.

De acordo com o jornal, nos três focos principais, que reúnem o maior número de eleitores do país, as queixas são abertas. Em Minas, o governador Aécio Neves (PSDB) reclama da demora para a escolha do candidato e também do tratamento de indiferença que setores tucanos vêm dando à sua pretensão de concorrer ao Palácio do Planalto.

Outro foco está em São Paulo, onde os tucanos Geraldo Alckmin e Aloysio Nunes Ferreira desejam ser os indicados para concorrer ao governo, mas precisam aguardar pela definição do futuro do governador José Serra. Eles perceberam a movimentação em torno de uma terceira alternativa como candidato a governador – o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM).”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo