Congresso

TROCÃO. Rio Grande em busca de um naco no lucro com o petróleo da camada pré-sal

Yeda em conversa com os parlamentares federais. Assunto: o trocão do pré-sal
Yeda em conversa com os parlamentares federais. Assunto: o trocão do pré-sal

O Rio Grande do Sul também quer entrar no rateio da distribuição de royalties a ser auferidos a partir da extração de petróleo na camada pré-sal. O Estado, via Palácio Piratini e parlamentares, começa a se mobilizar e entra direto na discussão que está em curso no Congresso Nacional.

Nesta terça-feira, a propósito, houve um encontro, por iniciativa da Governadora Yeda Crusius, com a participação da bancada federal gaúcha. Os detalhes estão em material produzido e distribuído pela assessoria de imprensa do Palácio Piratini. A foto é de Jefferson Bernardes. Confira:

Yeda e bancada gaúcha avaliam distribuição de royalties do pré-sal e participação do RS

Para dar continuidade à defesa de participação do Rio Grande do Sul nos benefícios do pré-sal, a governadora Yeda Crusius reuniu-se novamente, nesta terça-feira (6), em Brasília, com a bancada gaúcha no Congresso Nacional, coordenada pelo deputado Beto Albuquerque. O encontro teve a presença de dezenas de entidades, a partir das 17 horas, no Plenário 1 do Anexo II da Câmara dos Deputados.

Yeda, que já vem tratando do assunto com a bancada federal, defende que o Rio Grande do Sul e todos os demais estados brasileiros tenham participação nos royalties que vão resultar do petróleo existente na camada do pré-sal. Hoje, a previsão é de que eles venham a ser compartilhados apenas por três estados e 200 municípios. 

Para repartição dos recursos entre todo o país, Yeda sugere a utilização dos Fundos de Participação dos Estados e Municípios. “Os fundos, que foram criados e exercitados no Brasil, são o melhor modelo de distribuição”, argumenta…”  

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SUGESTÃO ADICIONAL – confira aqui, se desejar, também outras reportagens produzidas e distribuídas pela assessoria de imprensa do Palácio Piratini.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo