Ministério PúblicoPrefeituraTrabalho

NÃO CUSTA LEMBRAR. O dia em que o sítio denunciou um estranhíssimo concurso para o ProJovem/SM

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui na manhã de 28 de agosto de 2009, uma sexta-feira:

E PODE? Prefeitura faz concurso vapt-vupt e, em 3 dias, pré-qualifica e seleciona vencedores

São seis as vagas disponíveis, conforme o edital. Todas para a Coordenação Local do ProJovem Urbano. E com salários nada desprezíveis.  O menor é o de “apoio técnico administrativo”, para o qual se exige apenas o ensino médio. São duas vagas, com uma remuneração mensal de R$ 1,5 mil. E, embora o prazo inicial seja de três meses, pode ser prorrogado por até dois anos. Que tal? Ah, as outras quatro vagas, para as quais é obrigatório o curso superior, o salário é ainda maior: duas para apoio técnico administrativo (R$ 2 mil), uma de coordenador pedagógico, outra coordenador executivo. Para ambas a remuneração mensal é de R$ 2,5 mil.

Uma pena que você (ou eu) não teve a oportunidade de concorrer a uma dessas vagas, embora eventualmente seja qualificado. Afinal, o concurso foi feito de uma forma, digamos, vapt-vupt. Embora assinado no dia 21, o cronograma (constante do edital) informa que a divulgação se dará nos dias 24 e 25, as últimas segunda e terça-feiras. No site da prefeitura, porém, verifica-se que ele foi tornado público na terça. Ah, e sabe quando era a inscrição? Creia: no dia seguinte, quarta-feira. E mais, sabe quando seria, como foi, a pré-qualificação (através de análise curricular)? Isso mesmo, na quinta. Isto é, ontem. E no mesmo dia já foram divulgados os pré-selecionados. Quantos: exatamente 14? Sim, será hoje, sexta-feira. De terça a sexta, bem rapidinho, do edital à definição. Pode haver outros casos, mas esse repórter não tem conhecimento de processo de seleção pública mais rápido do que este…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota (cuja leitura na íntegra recomendo mais uma vez), vamos simplificar: coincidência ou não, depois da nota (e principalmente da abertura de inquérito pelo Ministério Público) a prefeitura não só suspendeu o estranhíssimo concurso como deletou o ProJovem. Quem saiu perdendo: além dos seis (e havia 14 interessados, lembra?) que não levaram o empregão, pelo menos 800 jovens de Santa Maria não puderam se qualificar. Ah, e por um bom tempo, as emissoras de rádio da cidade veicularam propaganda do projeto, com troco federal que foi jogado fora.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Mimimimi mesmo, o Jack! Olha, prá fazer uma bananada destas, prontamente abortada pela cidadania e por blogs como este, o cara tem ser um “crack” na política…”TU” não achas?

  2. bom estranho é a prefeitura querer tranferir profissionais medicos e do setor de enfermagem para trabalhar nos P.s.f ou atual e.s.f,já desfalcando os postos de saude…e o pior e mais preocupante é não fazer CONCURSO e contratar uma firma terceirizada do setor de saude de um aliado politico do pmdb e do pp .isso ´MAL FEITO.e se o site der uma olhada vai ver que é muito estranho a prefeitura não fazer concurso e contratar uma empresa terceirizada que fica com cerca de 40% do salario dos medicos e enfermeiros,é no minimo estranhissimo também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo