Câmara de VereadoresEducaçãoMinistério PúblicoPrefeituraTrabalhoTransporte

LUNETA ELETRÔNICA. Assembléia do Sinprosm, Km2 cobra da prefeitura, Lupi e a Câmara, MP e transporte

* Nesta quarta-feira, a partir das 4 da tarde, acontece assembléia geral dos professores da rede municipal.

* No encontro convocado pelo Sinprosm, o sindicato da categoria, os docentes vão debater uma série de temas que poderão causar dores de cabeça na Prefeitura.

* Na lista de temas: meritocracia, merenda escolar, implantação do piso nacional, mudanças nos concursos públicos.

* Só isso? Não, tem mais: salas de informática, alterações no plano de carreira, ida dos diretores para sala de aula.

* Poois é. Ah, a assembléia acontece no Clube Caixeiral e os professores t ambém vão tratar das próximas ações de mobilização da categoria.

* Quem também anda brabo com a prefeitura é o pessoal do Km2. E o que se depreende do Boletim Informativo da associação comunitária.

* No documento, por exemplo, os dirigentes comunitários reclamam que faz exatamente um ano que o prefeito e alguns secretários da época, como Tubias Calil e Nabor Ribeiro, estiveram no loteamento.

* Lá, repassaram o Salão Comunitário construído com recursos do PAC. Foi prometida, na ocasião, diz o informativo, uma pracinha. Até agora, nadica de nada. Daí a brabeza.

* Então é isso, meio que “secretamente”, esteve em Santa Maria nesta terça-feira o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi.

O ministro Lupi, entre Schirmer e Denardin, na Câmara (foto Murilo Matias)

* Entre as atividades constou uma visita à Câmara, na companhia do prefeito Cezar Schirmer, e com a recepção do presidente da Casa, Paulo Denardin.

* O ministro também, como noticiei AQUI na noite desta terça, participou da solenidade de inauguração da gerência regional do MTE – e que fica exatamente em frente ao Legislativo.

* Informa a assessoria de imprensa do Ministério Público acerca da instauração, recentemente, de um inquérito para averiguar a questão do transporte coletivo em Santa Maria e a relação das prefeituras com as empresas.

* Conforme o Promotor de Justiça Especializada de Defesa Comunitária, João Marcos Adede y Castro, que dirige o inquérito, entre outras questões (afora os contratos de concessão), há também uma avaliação da qualidade do serviço.

* Da mesma forma, Adede y Castro que se trata de um direito do consumidor e obrigação das empresas. E que o reajuste da tarifa também será analisado, através do estudo das planilhas de custo.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo