EsporteMinistério PúblicoPrefeitura

NÃO CUSTA LEMBRAR. Sem troco público para dupla Rio-Nal. E não só ano passado

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui na tarde de 16 de abril de 2010, uma sexta-feira:

EXTRA. Não haverá mais troco público para a dupla Rio-Nal. Prefeito retira projeto

Acabo de ouvir a colega Vera Jacques, Coordenadora de Imprensa da Prefeitura, na rádio Imembuí. Ela informa, em nome do prefeito, sobre a retirada do projeto de lei que concedia R$ 100 mil para o Riograndense (R$ 35 mil) e o Internacional (R$ 65 mil).

As razões alegadas pelo prefeito Cezar Schirmer, como informou a jornalista, são o desconforto criado a partir do anúncio de ajudar os clubes e, também, “problemas em relação a prestação de contas”.

OPINIÃO CLAUDEMIRIANA: tudo isso é verdade. E faz sentido. Afinal, se o intuito era ajudar e não houve, em princípio, correspondência de amplos setores, não há por que o…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, não há notícia de auxílio público para o futebol profissional de Santa Maria. E as razões são as mesmas (e talvez até outras sejam acrescidas): o Ministério Público exige prestação de contas de benefício semelhante, ocorrido em anos anteriores.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Se os clubes descem sua contra partida formando escolhinhas de futebol valorizando a formação e intregração de cidadania seria investimento público no social.Existem varias formas de dar opurtunidades e tirarem crianças e adolecentes do perigo social que ronda nossos jovens.Com tanto dinheiro mandado as favas melhor que ficassem aqui e com retorno na população.Se os paises ricos investem em esportes para tirarem os jovens da vilência.

  2. Luiz :Deveria haver uma lei que proibisse a doação de dinheiro público para futebol.Dinheiro público é para ser usado nas atividades-fim de uma administração.Ao invés de dar dinheiro a clubes de futebol, que usem para aparelhar escolas, reformar praças, contratar fiscais de trânsito, instalar câmeras de segurança.Quem quiser fazer futebol profissional, que arranje fontes de abastecimento.Se o “negócio” é tão bom, não há de faltar patrocinadores.Ah…E que não se doe dinheiro público para carnaval, religião, “eventos” como os da freira da franjinha, etc…

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK;…concordo plenamente Luiz;…mas achei engraçado foi o termo da “freira de franjinhas”, hehehe

  3. Deveria haver uma lei que proibisse a doação de dinheiro público para futebol.
    Dinheiro público é para ser usado nas atividades-fim de uma administração.
    Ao invés de dar dinheiro a clubes de futebol, que usem para aparelhar escolas, reformar praças, contratar fiscais de trânsito, instalar câmeras de segurança.
    Quem quiser fazer futebol profissional, que arranje fontes de abastecimento.
    Se o “negócio” é tão bom, não há de faltar patrocinadores.
    Ah…
    E que não se doe dinheiro público para carnaval, religião, “eventos” como os da freira da franjinha, etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo