EconomiaNegóciosRegião

POLÊSINE. Secretário de Justiça intermedeia instalação de indústria de colchões

Delegação polesinense, liderada pela prefeita, se reuniu com o secretário, ontem

Confesso que não entendi muito bem. Por que o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Fabiano Pereira (PT)? Bem, talvez tenha sido o único a pretender tratar do assunto. Bueno, mas, enfim, o que interessa é o resultado. E ele pode ser positivo para a região da Quarta Colônia, especialmente São João do Polêsine, alvo da possível instalação de uma fábrica de colchões. Ah, a cidade tem como prefeita Denise Milanesi, que é do PP.

Mais detalhes chegam através da assessoria do secretário, que recebeu ontem uma comitiva polesinense. O texto é de Jaqueline Silveira, com foto de Gabriel Gabardo. A seguir:

São João do Polênise deverá receber fábrica de colchões

São João do Polêsine, cidade da Quarta Colônia na Região Central, poderá receber em breve uma filial da empresa Serpil Móveis. Na tarde da última quarta-feira (27), o diretor da Serpil, Gilnei Schmitz, e a prefeita do município, Denise Milanesi, estiveram reunidos com o secretário da Justiça e dos Direitos Humanos, Fabiano Pereira, para tratar sobre as negociações de instalação de uma fábrica de colchões na cidade. A ideia é que a empresa receba benefícios do Fundo Operação Empresa (Fundopem). 

 “Vamos fazer um trabalho integrado com a prefeitura e o governo do Estado para viabilizar a instalação da fábrica. Já conversei com o governador (Tarso Genro) e ele considera uma grande vitória para a região”, afirmou o secretário, que está intermediando as negociações.

A unidade de São João do Polêsine, conforme o diretor da Serpil, “está bem encaminhada”, faltando apenas detalhes para viabilizar a instalação. Schmitz diz que a ideia inicial é instalar uma escola para a qualificação dos funcionários antes de a fábrica abrir as portas, que poderá ocorrer no começo de 2012. O terreno foi doado pela prefeitura.”       

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

9 Comentários

  1. Quanto mais fabricas, mais empregos, menos pessoas nas ruas, mais familias felizes e com uma vida socialmente regular. Otimo iniciativa, e aos que dizem que não tem nada a ver com sua Sec., parando um pouco para pensar nos fatos, Fabiano tem a pasta dos Direitos Humanos, onde creio eu que todos nós humanos temos o direito de viver bem, logo, com emprego (que o Fabiano esta trazendo através da instalação da fabrica) muitas familias poderão viver bem, ou até melhor.

    Parabens ao Secretario e que venham mais industrias e fabricas para fomantar mais empregos para mais familias! Só assim a miséria pode diminuir pelo menos em nossa região.

  2. Fica bastante evidente a existência de uma tropa dentro do PT que é do contra. É contra indústrias, emprego, qualidade de vida, investimentos na educação, no sistema viário, no distrito industrial… São contra se não for obra do governo (ala) deles. por isso os ataques ao secretário fabiano. secretário, segue o teu trabalho, Polêsine e região agradecem se a vinda dessa indústria se concretizar. Eles tão brabos, pois não conseguiram capitalizar (faturar) em cima dessa articulação. É ciúme. Não dá bola.

  3. Se o Fabiano não me der um colchão, vou ficar muito magoado com Ele, pq o meu já está nas ultimas, não dura até a proxima eleição! hehehehe

  4. É brincadeira! Quem deveria intermediar a vinda de investimentos para a nossa região a qual é uma das mais pobres do RS não faz, e quando alguém se propôe a alavancar a nossa economia é criticado. Posso garantir que o povo da quarta colônia,e as pessoas que terão a oportunidade de trabalhar e com isso terem uma vida melhor estão feliz com a iniciativa do Secretário de Estado Fabiano Pereira.Atitudes boas em benefício do povo sempre serão bem vindas. PARABÉNS FABIANO

  5. É como dizia me vô: ” Quando o secrtário utiliza a pasta para politicagem, esquece de tratar dos assuntos sob sua responsabilidade. Com isso, quem perde é a sociedade”. Que que o secretário quer….. Mas vai comprar colchão para FASE

  6. Agora Sim. O cara foi a roma, viu o papa, agora negocia fabrica de colchoes para polesine…hehehe…

    auhauhauhau…

    qual será a próxima dele…vai ser tipo,

    Fernando Carvalho se reune com fabiano para decidir técnico do inter?

    ou

    Lula vem ao RS e conversa com Fabiano para saber o que o secretário acha dele ser candidato a presidente…

    hehehehe….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo