ELEIÇÕES 2012. Em tese, PT santa-mariense pode se aliar até com PMDB e PP. Estão fora do leque apenas tucanos, demistas e ex-comunistas

Terminou ontem o congresso nacional do Partido dos Trabalhadores. Ao longo do final de semana, algumas notas trataram do assunto (e das deliberações) aqui no sítio. Agora, o fecho dessa cobertura. Afinal, uma das resoluções, que têm que ser seguidas a risca, como mostra a história do PT, pode ter consequências também em Santa Maria.

Afinal, com quem os petistas podem ou não se coligar? Em tese, com todo mundo, exceto PSDB, DEM e PPS. O que significa, por exemplo, que o partido do Cara poderá ir junto com o PMDB e o PP, que hoje governam a comuna. Desde que haja vontade, claro, das duas partes. Mas, e o que decidiram os congressistas do PT, a respeito disso, em nível nacional? Acompanhe o material publicado pel’O Estado de São Paulo. A reportagem é de Vera Rosa e Wilson Tosta. A seguir:

PT amplia política de alianças e deixa brecha para apoio de rivais em 2012

… Depois de dois dias de debates, o PT aprovou neste domingo, 4, uma diretriz para as eleições municipais de 2012 que abre brechas para alianças com partidos de oposição. Embora a resolução do 4.º Congresso do PT diga que o PSDB, o DEM e o PPS são “adversários”, com os quais os petistas não formarão chapa, o partido da presidente Dilma Rousseff barrou uma tentativa de última hora de proibir o apoio dos rivais.

Com o aval do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente do PT de Minas, deputado Reginaldo Lopes, subiu à tribuna para pregar que os partidos de oposição não fossem expulsos dos palanques. “O simbolismo de uma aliança está na chapa de prefeito e vice. Agora, nós vamos negar receber apoio? Se quiserem nos apoiar, vamos dizer não?”, perguntou ele.

Em Minas, há uma articulação em curso para que o PT avalize a reeleição do prefeito Márcio Lacerda (PSB), com o apoio do PSDB. O atual vice-prefeito, Roberto de Carvalho (PT), brigou com Lacerda e prega candidatura própria. Lacerda e o senador Aécio Neves (PSDB), por sua vez, querem a reedição da parceria com o PT, vista com bons olhos por Lula. A polêmica rachou o PT em 2008…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER



8 comentários

  1. gelsosantos

    Preparem -se efeito cascata agora quero ver negar oque o vereador Forte queria,E AGORA Vereadora Helen Cabral.
    Oque me diz bom Lider Comunitário João Rocha vai ter que largar a estrela ou não.
    Isto eu ja sabia PT,PMDB,PP,PDT.

  2. joão rocha

    gelsosantos já falei aqui que se ouver coligação em santa maria PT e pmdb eu sou o primeiro a me desfiliar, não porque é o pmdb pois tenho muitos amigos lá, é pelas mentiras e e gritedo que faziam quando o PT era governo lembra, a CIP não podia, tirar os camelos era um crime e outra coisas pois é o chirme assumiu e tudo pode MENTIRAM na eleição, pois é são estas e outras razões que se ouver coligação, meu caro não te preocupa que eu serei o primeiro a pedir para sair.

  3. regis

    E onde vão parar as ideologias politicas?visto que são totalmente contrárias enquanto uns lutam pelo social outros pelo econômico,uns pelo centro outros pela periferia,uns são abertos ao diálogo outros não recebem quase ninguém.Água e azeite não se misturam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *