Economia Solidária

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Irmã Lourdes entrega projeto ao governador em exercício

POR MAIQUEL ROSAURO
Texto: Sarah Souza
Foto: Tiago Machado
Assessoria de Imprensa da Assembleia Legislativa do RS

Irmã Lourdes Dill e o governador em exercício, deputado Adão Villaverde

A  coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança, Irmã Lourdes Dill, foi recebida, ontem (12), no Palácio Piratini, pelo governador em exercício, deputado Adão Villaverde. Na oportunidade, Irmã Lourdes entregou o projeto da 8ª Feira da Economia Solidária do Mercosul e da 19ª Feira Estadual do Cooperativismo (Feicoop), que ocorre de 13 a 15 de julho, em Santa Maria.

A ampliação do Centro de Referência de Economia Solidária  Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria, também pautou o encontro que foi intermediado pelo gabinete do deputado Valdeci Oliveira. Para Irmã Lourdes, a construção de um pavilhão nos fundos do Centro de Referência será determinante para o crescimento da feira. “Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 2012 é o ano internacional das cooperativas. Precisamos do apoio do executivo gaúcho para garantir que a Feicoop cresça ainda mais”.

Irmã Lourdes, que estava acompanhada do coordenador do Conselho Municipal de Economia Solidária de SM, Juarez Piccini, e de representantes de entidades ligadas ao cooperativismo, agradeceu o apoio de Valdeci e de Villaverde durante todo o ano de 2011 e entregou ao governador em exercício dois documentários históricos: um do projeto Esperança/Cooesperança e outro em homenagem ao Dom Ivo Lorscheiter.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo