Esporte

PARQUE DO MORRO. Hoje é dia de fazer um passeio com o prefeito

POR MAIQUEL ROSAURO

Para quem vai passar o sábado em Santa Maria, um programa diferente está marcado para as 16h. O prefeito Cezar Schirmer irá apresentar o Parque do Morro, local que – segundo a Prefeitura – deverá abrigar o “maior parque urbano do sul do Brasil”.

Leia abaixo na matéria de Luiz Otávio Prates, da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Santa Maria:

Os santa-marienses poderão conhecer, na tarde deste sábado (14), uma das futuras áreas de lazer de Santa Maria:o Parque do Morro. E, na oportunidade, o prefeito Cezar Schirmer, acompanhado pela equipe de Governo, entidades ligadas ao esporte, parceiros, imprensa e comunidade local, visitará o espaço e apresentará as intenções do Executivo para a implantação do parque. “Este será o maior parque urbano do sul do Brasil”, sinaliza o chefe do Executivo.

A visitação, com início previsto para as 16h de sábado, partirá de dois pontos diferentes. O primeiro será próximo ao Clube Atiradores Esportivo para os cidadãos que quiserem fazer atrilha a pé pelo morro. O segundo, no Posto Ipiranga, em frente ao Supermercado Beltrame, na Rua Euclides da Cunha, para os visitantes que preferirem subir de camionetes e motos. Durante a visita haverá cinco paradas estratégicas, onde o chefe do Executivo apresentará as ideias e as intenções para cada local.

O secretário de Infraestrutura e Serviços, Tubias Calil, um dos organizadores da visitação, salienta que o encontro será aberto ao público e lembra a importância da participação da comunidade local para elaboração da proposta. “O projeto está aberto a novas ideias. Precisamos da colaboração dos santa-marienses. Queremos que este seja um grande espaço de lazer para a população”, comenta.

Manica lembra que o prefeito Cezar Schirmer pretende criar oito grandes parques no município. “Santa Maria é muito carente na área de lazer. Pela primeira vez, em 150 anos de história da cidade, Santa Maria vai ser contemplada com uma grande área de lazer, para aspessoas terem acesso a um local maravilhoso, gratuito e com uma vista magníficada cidade”, exalta.

Trilhas ecológicas e esportes radicais em 160 hectares

Acompanhado de representantes do governo e trilheiros Schirmer percorreu, no sábado passado as trilhas existentes na área,localizada próximo ao Clube Atiradores Esportivo, no Bairro Itararé. São 160 hectares de planície limpa de vegetação e mata nativa destinados, principalmente, para aprática de esportes radicais, como parapente, paraglaider, asa delta, balonismo, bicicross e motocross, além de trilhas de caminhada e ecoturismo. O parque possui três acessos. “Uma das entradas já estamos melhorando para poder subir de camionete, de moto, de bicicleta ou a pé. Nós vamos começar por etapas”, explica Manica.

O secretário explica, ainda, que este é apenas o início da implantação do parque na cidade. “Vamos deixar bem claro: não vamos criar expectativa que um parque se faz em um ano ou em seis meses. Um parque desses demora muitos anos e a gente tem como exemplo o Parque Marinha do Brasil, em Porto Alegre, que demorou 30 anos para ser concluído”, finaliza.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Ótimo tá o Admar Pozzobom na Razão, saudando que agora não é mais um “matagal” a área do morro. Ou seja, desmatar é BOM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo