CinemaCultura

ESTREIA. Bianca Zasso e “O artista”, Billy Wilder e o “Crepúsculo dos Deuses”

“…Num Oscar que se rendeu aos primórdios do cinema e a suas grandes figuras, nada melhor do que dar o pontapé inicial neste espaço falando de um clássico que ultrapassa as fronteiras do tempo.

Em 1950, ano em que Billy Wilder realizou Crepúsculo dos Deuses, matar um personagem no grand finale era uma estratégia utilizada por muitos roteiristas para dar impacto à trama. Mas Wilder nunca foi um cara comum e o filme começa com um cadáver boiando numa piscina e uma voz que anuncia que aquele corpo inerte pertence a ela. Nosso Machado de Assis já havia dado voz a um defunto no livro Memórias Póstumas de Brás Cubas, mas nos campos do cinema isso era novidade. Mas, prepare-se: este é apenas o começo de um filme cheio de momentos inesquecíveis…”

CLIQUE AQUI  para ler a íntegra de “O último close”, texto de estréia da jornalista Bianca Zasso como colaboradora deste sítio. Formada pelo Centro Universitário Franciscano, suas opiniões e críticas exclusivas estarão disponíveis todas as quintas-feiras. O tema prioritário é Cinema, pelo qual é uma apaixonada.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo