FLASH. PMDB retoma, no TRE, mandato de edil de Restinga Seca que havia trocado o partido pelo PSDB

Olha só a notícia, deixando claro que ainda, provavelmente, cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral. A informação é do Tribunal Regional Eleitoral:

Por maioria, vencida a Desa. Maria Lúcia, julgaram procedente o pedido, decretando a perda do mandato eletivo de Carmen Cecília de Mello Foletto, com imediata execução do acórdão, nos termos do artigo 10 da Resolução TSE n. 22.610/2007, expedindo-se pronta comunicação à Mesa Diretora da Câmara Municipal de Restinga Seca para convocação do primeiro suplente eleito pelo PMDB nas eleições de 2008, conforme consta no resultado oficial do pleito divulgado pela Justiça Eleitoral.”

Em tempo: se trata, aqui, de ação impetrada pelo PMDB, através do advogado Robson Zinn (também presidente da sigla em Santa Maria) ainda no ano passado, no final de setembro, quando a parlamentar saiu do partido, trocando-o pelo PSDB.

Curiosidade: Carmem Cecília foi a segunda candidata mais votada (a primeira do PMDB) em Restinga Seca, em 2010. Ela fez 748 votos. Ah, quem assume no lugar dela é também mulher: Ledi Maria Foletto Sartori (que fez 276 votos).  

SIGA O SITÍO NO TWITTER



1 comentário

  1. Carmen Foletto

    Deixo bem claro que sai do PMDB apos 30 anos de filiaçao poruq o prefeito e sua familia juntamente com alguns comparsas se apoderam do partido e esqueceram o projeto etico poltco partidario, aumentaram a exclusao social, o semprego e o numero de apadrinahdos na prefeitura. mas se eu tivesse cometido algum tipo de crime, tipo prevaricaçao, enriquecimento iliito, uso da maquina publica etc eu ficaria me defendendo na justiça por mais ou menos 10 anos e provavelmente nao dava nada.Perdi um cargo mas nao a dignidade!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *