NÃO CUSTA LEMBRAR. Tarso Genro receberia apoio do PDT. E o PP ficou fora. Agora, governo se realinha

Confira a seguir trecho da nota publicada na madrugada de 19 de novembro de 2010, sexta-feira:

GOVERNO TARSO. PDT a caminho da adesão. PP difícil. E nomes aparecem

Ciro Simoni (PDT) ou Pedro Westphalen (PP)? É praticamente certo que um deles seja o secretário de Saúde do governo de Tarso Genro, que assume em 1° de janeiro. O pedetista, aparentemente, está na dianteira – pela óbvia razão de que seu partido tende, majoritariamente, a acolher a proposta de participar do governo. Já o pepista, embora, são os indícios, pessoalmente concorde, tende a ficar de fora, por conta da decisão partidária – neste instante, ao menos, contrária à aliança administrativa.

O fato é que a formação do secretariado avança. Sobretudo pelo interesse explícito de Tarso em ampliar a coligação que o elegeu, atraindo (o que já é certo) PTB, PDT e (o incerto) PP. É verdade que ainda há debates profundos em algumas agremiações. E o PDT talvez seja o melhor exemplo, como...”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI           

PASSADOS EXATAMENTE DOIS ANOS da publicação da nota, está por acontecer um realinhamento político do governo gaúcho. É a segunda parte do mandato de Tarso, e que prepara o caminho da busca pela reeleição. A questão é: o PDT, vitaminado pelos bons resultados de outubro passado, ampliará seu espaço? E, nesse caso, quem perde? Pooois é…



1 comentário

  1. Boca Grande

    Assim tem que se preparar para deixar o Governo, perdeu o secretario Beto, por não querer licitar a RS 010, e por ter o chefe do DAER um incompetente que só atrapalha segundo o Dep Beto, é lamentavel mais um que vai manter as estatisticas não consegue reeleição por pura cabeça dura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *