Política

R$ 1,8 MILHÃO. Formigueiro pode perder esta bolada por birra de ex-prefeito, que não quer assinar convênio

POR MAIQUEL ROSAURO

Inacreditável. O pequeno município de Formigueiro pode perder R$ 1,8 milhão da Funasa porque o ex-prefeito não quer assinar o convênio com a fundação.

Leia abaixo na matéria de Thiago Machado, assessor de imprensa do deputado estadual Valdeci Oliveira:

Município de Formigueiro corre risco de perder R$ 1,8 milhão

O município de Formigueiro poderá deixar de receber um investimento de R$ 1,8 milhão da Fundação Nacional da Saúde (FUNASA), destinado para ampliação do sistema de abastecimento de água no interior. A FUNASA aprovou a liberação do recurso no último dia 28 de dezembro de 2012, porém, para que a verba seja empenhada, é necessária a assinatura do ex-prefeito João Natalício da Silva (PP), que administrou a cidade até o final do ano passado. O problema é que o ex-prefeito se recusa a assinar o convênio com a FUNASA.

O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) e o superintendente da Funasa no Estado, Gustavo de Mello, entraram em contato com Natalício para tentar sensibilizá-lo. Caso não for feita a assinatura até esta sexta-feira (18), o recurso não será repassado para Formigueiro.

“É um investimento público muito alto e que beneficiaria diretamente à comunidade do interior do município. Estamos apelando para o ex-prefeito para que faça a assinatura, mas até o momento ele está irredutível. Esta questão deve estar acima de disputas partidárias ou eleitorais”, disse Valdeci.

Sem ter obtido êxito junto a Natalício, Valdeci telefonou, na tarde desta quinta (17), para o deputado Pedro Westphalen (PP), futuro presidente da Assembleia a partir de fevereiro e correligionário de Natalício.

“Pedi auxílio do Westphalen para tentar mais uma vez convencer o Natalício e ele prontamente se colocou à disposição para tentar ajudar. Vamos aguardar, mas há pouco tempo”, informou Valdeci.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo