AssembleiaEconomiaPolítica

ASSEMBLEIA. Defesa do carvão e da energia eólica ganha comissão. Biolchi preside e Valdeci relatará

Westphalen (falando) empossou os dirigentes da Comissão: Biolchi, Pereira e Valdeci
Westphalen (falando) empossou os dirigentes da Comissão: Biolchi, Pereira e Valdeci

Aos poucos, mas de uma maneira que parece bem assentada na realidade, o Rio Grande do Sul começa a se dar conta da possibilidade de juntar desenvolvimento com sustentabilidade ambiental. Mas não necessariamente como um fato predatório.

É como o editor coloca no contexto tanto a luta pelo carvão mineral (que já tem técnicas de extração nada poluentes) e, claro, a energia eólica. Agora, ambos estão juntos numa comissão especial criada na Assembleia Legislativa, como mostra relato da assessoria de imprensa do deputado Valdeci Oliveira. O texto e a foto são de Tiago Machado. Confira:

Valdeci é eleito relator da Comissão Especial do Carvão e da Energia Eólica

A Assembleia Legislativa instalou, na tarde desta quarta-feira (10), na Sala da Presidência, a Comissão Especial para tratar da Defesa da Energia Elétrica produzida através do Carvão Mineral e Energia Eólica. O órgão técnico terá como relator o deputado Valdeci Oliveira (PT), que coordena a Frente Parlamentar do Carvão Mineral há dois anos. A presidência da comissão ficará a cargo do deputado Márcio Biolchi (PMDB) e o vice-presidente será o deputado Marcelo Moraes (PTB). Eles foram eleitos e empossados, bem como os demais integrantes da comissão.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Pedro Westphalen (PP), saudou a iniciativa e o empenho dos deputados em tratar de temas que estimulem o desenvolvimento econômico do Estado: “É preciso cada vez mais unificar as ações e produzir uma legislação que torne competitivo o carvão mineral”.

Para Valdeci, a criação da Comissão Especial reforça ainda mais o engajamento da Assembleia na pauta do carvão, da energia e do desenvolvimento. “Quando lançamos a Frente do Carvão em 2011, enfrentamos algumas resistências na sociedade, mas sempre contamos com respaldo do Parlamento. A criação da Comissão Especial garante ainda mais condições de trabalho para esta mobilização que tem o apoio de muitas entidades e de toda Região Carbonífera gaúcha”, enfatizou.

Nesta quinta (11), será realizada reunião interna com deputados e assessores e, na próxima terça-feira (16), ocorre uma reunião para apreciação de um plano de trabalho. A comissão terá 120 dias, a contar da data de hoje, para a conclusão das suas atividades e apresentação de relatório final. Também são membros da comissão os deputados Daniel Bordignon (PT), Jeferson Fernandes (PT), Edson Brum (PMDB), Frederico Antunes (PP), Adolfo Brito (PP), Gerson Burmann (PDT), Gilmar Sossella (PDT), Pedro Pereira (PSDB) e Raul Carrion (PCdoB).”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo