CongressoPolítica

NÃO CUSTA LEMBRAR. Sim, teve CPI do Cachoeira

Confira a seguir trecho da nota publicada na madrugada de 20 de abril de 2012, sexta:

SORTE LANÇADA. Criada a CPI mista do Cachoeira. Instalação será terça. Governo terá ampla maioria na Comissão

A Comissão não pode se transformar em disputa entre partidos. Foi o queDISSERAM os líderes das agremiações com representação na Câmara e no Senado, logo após ter sido formalizada, na manhã passada, no Congresso, a criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que vai investigar as relações entre agentes públicos e privados com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Agora, começa uma fase que pode ser decisiva depois, no curso dos trabalhos da CPMI: a indicação, seguindo a proporção dos partidos no parlamento, dos que dela participarão: 15 deputados e 15 senadores. A oposição terá sete integrantes, o que indica, em tese (com CPI nunca se sabe) uma prevalência da vontade governista no destino dos trabalhos....” 

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUEAQUI                                 

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, ninguém lembra mais dessa CPI. E governo e oposição se esforçam para continuar assim. Mas este sítio não esquece: os dois lados medraram. E sepultaram a CPI quando deixaram de investigar o óbvio: a relação de veículos de comunicação, especialmente a ex-revista Veja e seu diretor de Brasília com o notório bicheiro Carlinhos Cachoeira. Ponto.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo