AssembleiaPolíticaTecnologia

TELEFONIA. Ex-presidente da OAB gaúcha vai à CPI

Lamachia (que depôs na CPI que tem Valdeci como membro) levou documentos à Comissão
Lamachia (que depôs na CPI que tem Valdeci como membro) levou documentos à Comissão

Na gestão de Cláudio Lamachia, até o ano passado, a seção gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil foi uma das mais brigadoras, vamos dizer assim, pelos direitos dos usuários da telefonia. E venceu algumas batalhas contra esses tubarões de um setor altamente lucrativo e que, nos tempos que correm, oferece (mal e porcamente) um serviço de primeira necessidade.

Vai daí que é bastante interessante o que advogado tem a dizer à CPI da Telefonia, instalada na Assembleia Legislativa. Mas, e o que ele falou, nesta segunda-feira? Confira no material produzido pela assessoria de imprensa do deputado Valdeci Oliveira, integrante da Comissão. O texto e a foto são de Tiago Dias. Acompanhe:

CPI da Telefonia ouve representante da OAB

O vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, foi o depoente na primeira oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia, nesta segunda-feira (06), na Assembleia Legislativa. O advogado, enquanto presidente da seccional da instituição no RS, foi responsável pelo protocolo que culminou com a criação da CPI que investiga a prestação dos serviços de telefonia pelas operadoras do Estado.

Lamachia prestou esclarecimentos sobre as motivações que levaram a OAB/RS pedir a instalação da CPI. “Os relatos recebidos pela OAB sobre a ausência de sinal, por exemplo, foram os principais pontos a se considerar como não atendimento dos serviços por parte das empresas. A suspensão das vendas que ocorreu no ano passado na Capital, não é uma questão de respeito aos futuros usuários como se pensa, é uma questão de respeito aos atuais clientes que não tem seus serviços atendidos”, comentou. Claudio Lamachia entregou diversos documentos com as reclamações recebidas pela OAB que vão auxiliar nos trabalhos da CPI.

Para o líder do governo na Assembleia, deputado Valdeci Oliveira (PT) a atuação da CPI vai auxiliar a sociedade numa questão que está fugindo do controle e que precisa ser regulada. “Hoje em dia é fundamental o uso do celular e nos deparamos com muita propaganda enganosa por parte das companhias telefônicas. São preços altos e serviços que não condizem com o ofertado. Além disso, os trabalhadores não são valorizados e há a terceirização dos serviços. Tudo isso precisamos discutir aqui na CPI”, afirma.

O vereador santa-mariense, Luciano Guerra (PT), também acompanhou a reunião da CPI e vai levar para Santa Maria o relato da audiência para que também a Câmara Municipal possa colaborar com os trabalhos na Assembleia. “A Região Central do Estado tem muitos problemas de falta de sinal. Precisamos estar inseridos neste processo e reivindicar melhor atendimento das operadoras”, disse.”

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo