ECONOMIA SOLIDÁRIA. O que o Fórum Mundial deve debater em Santa Maria, entre os dias 11 e 14 de julho

Vem aí mais uma série de eventos internacionais da Economia Solidária, que tornam Santa Maria uma verdadeira capital do setor. Um deles é o Fórum Social da Economia Solidária que, como os demais, ocorre entre 11 e 14 de julho, no Terminal de Comercialização Dom Ivo Lorscheister, na rua Heitor Campos.

A propósito especificamente do FSES, sua organização divulga um convite que, mais que isso, traz os temas principais a ser debatidos pelos participantes. Vale a pena conferir, a seguir:

“O II Fórum Social Mundial de Economia Solidária – FSMES tem o objetivo de afirmar a nível mundial a Economia Solidária como uma estratégia de desenvolvimento, promover e difundir esta prática solidária, sustentável, autogestionária, popular e coletiva, integrando democracia política, econômica, social e ambiental com enfoque em gênero e diversidade cultural, articulando com organizações sociais e solidárias, com a certeza de que outra economia já acontece.

Os eixos de debate estão organizados nos temas: Consumo Responsável, Organização do Movimento de Economia Solidária e Marco Legal / Legislações de Promoção e Apoio a Economia Solidária.

Este evento pretende reunir praticantes e estudiosos sobre o tema dos

05 continentes. Além disso comemoraremos os 10 anos da criação da Secretaria Nacional de Economia Solidária – SENAES, 10 anos do Fórum Brasileiro de Economia Solidária – FBES e 30 anos de Cáritas.

Os objetivos específicos deste grande encontro mundial são:

..Dar visibilidade e afirmar conceitos, princípios e práticas da Economia Solidária no mundo, para a sociedade civil e para outros movimentos sociais;

..Difundir a Economia Solidária como expressão do bem viver;

..Oportunizar espaços de formação e reflexão aos participantes do Fórum Mundial de Economia Solidária, através da construção coletiva de saberes, sobre Economia Solidária: conceitos, princípios e práticas;

..Fortalecer as organizações de Economia Solidária e as redes de que participam a nível local, nacional, regional e mundial.

..Afirmar a radicalidade da Economia Solidária como projeto político que se contrapõe ao capitalismo; Promover a integração e articulação com outros Movimentos Sociais;

..Refletir sobre a crise mundial dos diferentes continentes e no planeta quanto aos aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais, culturais, religiosos, com ênfase nos contextos nacionais dos países mais atingidos ;

..Promover um debate critico, com base nas dificuldades, avanços e desafios enfrentados no cotidiano de quem constrói o Movimento de Economia Solidária;

..Construir propostas de incidência frente aos Estados Nacionais e instâncias Regionais de governo para o avanço da economia solidária.

Envolva-se para o Bem-Viver!

O que? – Fórum Social Mundial da Economia Solidária Onde? – Santa Maria (RS) – Brasil Quando? – De 11 a 14 de julho de 2013.”



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *